Coisas Que Ninguém Diz Para Meninas Gordas

Reblogando um texto bom…

A Lígia encontrou um post em inglês, recomendado por uma amiga, e perguntou se eu queria que ela o traduzisse. Claro, né? O texto é ótimo, e quem sabe inglês pode lê-lo aqui no original. As belíssimas fotos foram tiradas do Body Image. Super obrigada, Lígia, pela dica e pela tradução!

Há coisas que nunca são ditas para garotas gordas. Então eu vou dizer:

Todo mundo tem dobrinhas quando se curva. Todo mundo. Vamos deixar isso claro logo de cara. Nos últimos meses, mais de trinta mulheres, das mais magricelas até as mais gordinhas, se deitaram nuas na minha cama. Eu geralmente pedia que elas abraçassem seus joelhos, e vocês não vão acreditar: todas tinham dobrinhas na barriga.

Nenhuma saiu ilesa. Até uma modelo, medindo 1,80 de altura, tinha dobrinhas na barriga. As fotos que mostravam a barriga das fotografadas se tornaram minhas preferidas de todo o projeto… Então pare de achar que as dobrinhas na barriga são uma coisa ruim, e tente aceitar (ou até mesmo amar) as suas.

Quando as pessoas disserem “você é linda”, acredite. Eu costumo não acreditar, e isso é uma vergonha. Quando as pessoas te fazem um elogio genuíno, é porque é isso que elas veem. Tente não achar que elas estão erradas. Elas veem você como um todo; nós vemos nossos defeitos. Acredite nelas.

“Braços que balançam são uma vergonha”. Não são, não, vá se f*der. Não, não você. As pessoas que nos dizem isso. “Você não é deslumbrante apesar do seu corpo. Você é deslumbrante por causa do seu corpo”. Há uma grande diferença aí. Eu cresci numa cultura que classifica mulheres pouco atraentes como “espíritos especiais”. Essa é uma categorização degradante, que implica que a única coisa de valor é o interior das mulheres. Claro que nós todas somos muito mais que nossos corpos, mas nossos corpos também são uma parte bonita do que nós somos. A beleza vem de dentro e de fora. Eu acredito firmemente na ideia de que toda e qualquer pessoa é bonita e, portanto, o interior é a parte mais reveladora quando se trata da verdadeira “beleza”.

Você não precisa malhar todos os dias para se sentir bem consigo mesma. Muita gente acredita que pessoas gordas precisam se exercitar o máximo possível para provar que estão decididas a se tornar menos gordas. Como se aceitar nosso corpo como ele é fosse um pecado mortal. Claro que o exercício físico tem diversos benefícios para o corpo e para a mente, mas você não precisa se esforçar para mudar seu corpo a menos que essa seja a sua vontade. Você não precisa mudar o seu corpo para se sentir bem. E ponto final.

Você pode se apaixonar por si mesma. Essa vai ser a coisa mais assustadora que você irá fazer, mas tudo bem. Porque essa também será a mais fantástica experiência que você terá na vida (mesmo que gradual). Isso não é ser narcisista ou convencida. É simplesmente libertador. Tudo bem também se você não se amar todos os dias. Nós passamos nossa vida inteira internalizando mensagens de que ser gorda não é legal.

Sofremos a vida inteira uma lavagem cerebral que nos faz odiar ser quem somos. Demora pra gente conseguir pensar de outra maneira; não vai acontecer de um dia para o outro. Se dê o direito de chorar, soluçar, gritar, atirar coisas. Mas então se levante e siga em frente, porque você é uma guerreira.

 Todo mundo tem um peito maior que o outro. Se você tiver um peito grande, eles serão ainda mais diferentes entre si. Não se preocupe, isso é completamente normal.

Há pessoas que preferem mulheres gordas. Antes eu achava que o melhor que eu podia fazer seria encontrar alguém que aceitasse o fato de eu ser gorda. Mas então descobri que não somente existem pessoas que adoram mulheres gordas, mas que existem MUITAS pessoas que preferem as gordas. Não se conforme com um parceira que meramente aceite seu corpo. Você tem o direito (e milhares de oportunidades) de achar alguém que se apaixone pelo seu corpo. Você merece ser idolatrada, moça!

Mulheres gordas transam com caras gostosos o tempo todo. Eu sei que “gostoso” é um termo relativo, mas vamos falar aqui daquele tipo universal de homem gostoso. Sabe, aquele que “as gordas não merecem?” Infelizmente vocês sabem do que eu estou falando. O fato de mulheres gordas transarem com caras gostosos foi uma das maiores descobertas que eu já fiz. Antigamente eu achava que o número de pessoas que me achariam atraente seria muito pequeno, então eu me contentaria com qualquer um que me achasse atraente. Afinal, por que um cara convencionalmente bonito iria gostar de uma garota gorda?

 Acontece que por meio da internet, de festas e eventos, eu acabei descobrindo centenas de homens que brigariam para transar comigo. De repente, eu é quem estava escolhendo com que eu queria transar. A ideia de que pessoas com corpos “atípicos” não podem se juntar com aquelas “tipicamente atraentes” é falsa. As pessoas precisam saber que todos os tipos de corpos podem ficar juntos. Ficar por cima na hora do sexo não vai machucar o cara. Confie em mim, esse medo é totalmente falso.

Vestir o que você quiser é um ato político. Participe da revolução. Jogue todas as regras de estilo pela janela. Use roupas justas, listras horizontais, calças skinny, leggings, blusas transparentes, biquínis… use aquilo que te faz feliz. Você é linda! Eu sei que você não se sente a criatura mais bonita desse mundo.Eu sei que isso é difícil. Eu sei que essa é uma batalha diária. Mas que se f*da o padrão fascista que foi estabelecido.

 Assim que você parar de olhar para as modelos absurdamente magras e passar a olhar para VOCÊ, você passará a gostar de si mesma como você é. Pare de procurar defeitos em você. Você é perfeita. Você é mais do que suficiente. Você é a melhor coisa que já te aconteceu. Você é linda.

Fonte: Escreva Lola Escreva

Via Geledés Intituto da Mulher Negra

Uma Perfeita Eva Gorda

Na minha concepção Eva deveria ser uma perfeição de mulher, ou seja: Saudável, natural e Gorda. Ok, eu sei que há os defensores de uma vida saudável e eles me dirão que o excesso de peso pode ser prejudicial à saúde. Acontece que ser gorda não é ruim, quando todo o corpo funciona com perfeição. Pensei seriamente se usava a palavra gorda ou gordinha. Gorda não é ofensa.

O fato é que a modelo Plus Size Shirlei Mel fez um ensaio lindo onde ela meio que encarna uma Eva linda. Acompanhem a matéria de Naiara Andrade.

hirlei Mel posa como Eva: “Me acho bonita, atraente e inteligente” Foto: Leonardo Braga/ Divulgação/ Edição: Top da Mídia/ Locação: Caixa D’Aço/ Porto Belo (SC)

Shirlei Mel posa como Eva: “Me acho bonita, atraente e inteligente” Foto: Leonardo Braga/ Divulgação/ Edição: Top da Mídia/ Locação: Caixa D’Aço/ Porto Belo (SC)

Miss Plus Size encarna Eva e posa como veio ao mundo: ‘Não é pecado’

- por Naiara Andrade

Há algum pecado em mulheres acima do peso posarem nuas (ou quase)? Miss Plus Size Santa Catarina 2012, Shirlei Mel, de 35 anos, não vê problema nisso. Tanto que encarou, com o maior orgulho, um ensaio fotográfico como Eva, a personagem bíblica, coberta apenas por uma folha de mamona, em companhia de uma maçã.

— A temática resultou de várias questões. A primeira é que sempre associam a imagem de Eva a uma mulher magra. Por que não subverter isso? Depois, eu tinha vontade de fazer uma menção ao clima tropical brasileiro. Mas o principal motivo está enraizado na palavra “pecado”, no sentido do que é proibido. Neste meio da moda, sabemos que muita gente ainda vê este tipo de trabalho mais expositivo como não sendo possível para mulheres mais cheinhas, com estrias e celulites. O resultado está aí! — enfatiza Shirlei.

"Faz muito tempo que tenho essa vontade de posar nua, porque amo cada partezinha de mim", conta Shirlei

“Faz muito tempo que tenho essa vontade de posar nua, porque amo cada partezinha de mim”, conta Shirlei

Com 1,80m e 105kg, ela conta que, inicialmente, ficou tímida, e atenta à barriguinha. Mas, depois de alguns cliques, conseguiu se soltar:

— Faz muito tempo que tenho essa vontade de posar nua, porque amo cada partezinha de mim e assumo esse amor através dos meus trabalhos. Me acho bonita, atraente e inteligente. E minha autoestima vem da minha vontade de mostrar ao mundo que as mulheres gordinhas podem, sim, ser sensuais e se acharem lindas sem depender dos outros pra isso.

Solteira e mãe de uma menina de 12 anos, a também professora diz encarar bem qualquer tipo de crítica:

— Sempre vai ter quem te elogie e quem te critique. Como sou uma pessoa de bem com a vida, procuro só dar valor aos comentários positivos e construtivos. Os outros, deixo pra lá.

Shirlei dá de ombros às críticas: "Como sou uma pessoa de bem com a vida, procuro só dar valor aos comentários positivos e construtivos"

Shirlei dá de ombros às críticas: “Como sou uma pessoa de bem com a vida, procuro só dar valor aos comentários positivos e construtivos”

Via Extra.globo.com