De Profundis

“Um coração alegre aformoseia o rosto…” (Provérbios 15:13)

Hoje acordei pensando no quanto a beleza me atinge. Não falo da beleza alheia, mas da minha própria. Como parte de um ritual diário, ao acordar vou até o espelho e me vejo. Se estou feia ou linda, depende um pouco do meu estado de espírito – mas também depende do que fiz comigo no dia anterior. Das maquiagens que usei, das alegrias que vivi.

Percebo que há uma alegria dentro e fora de mim. Tenho parado pra pensar… ou melhor, tenho pensado enquanto vivo e vou caminhando, em qual alegria me faz mais bela. Tenho pensado na relação entre essa tal alegria e a minha beleza. Pois li que o quanto eu for feliz, tanto mais bela serei – aos meus olhos e aos olhares alheios.

Elogios

Porque os elogios podem nos animar ou nos abater? Somos tão frágeis: erguidos ou destruídos interiormente por causa de “coisinhas ditas ou malditas”, coisinhas quais não conseguimos tocar com as mãos: palavras.

Uma porção de palavras pode me embelezar ou me enfeiar. Um elogio me enfeita a alma e põe um sorriso no meu rosto. Está comprovado científicamente que o riso sincero rejuvenesce. Por isso gosto de investir meu tempo em bons programas de humos, textos e etc. (Um grande abraço pra Fabiana Karla e Leandro Hassum e Jô Soares, meus gordinhos humoristas prediletos!!!)


“Gordinhas” por Ocasião

Aproveitando que nessa semana muito se fala em maternidade, eu vi uns modelitos lindos para mulheres grávidas. As grávidas são gordinhas por ocasião, um momento na vida onde não tem como as mulher ficar mais formosa, no sentido de curvas e arredondamentos, rsrs.

Há mais fotos no site onde li o artigo original:

modelos grávidas

Grávidas fashion no Inverno