Protesto Justo!!!

USE UM FONE DE OUVIDO QUANDO ESTIVER OUVINDO MÚSICA OU QUALQUER OUTRA COISA DENTRO DO ÔNIBUS, METRÔ (EM TÓKIO É PROIBIDO FALAR AO TELEFONE CELULAR), OU LOCAL ONDE SOMOS OBRIGADOS A ESTAR PERTO UNS DOS OUTROS A MENOS DE 2 METROS DE DISTÂNCIA.

 

Legião Urbana – É Preciso Amar…

Tem algumas canções do grupo Legião Urbana que me levam a ficar um tanto pensativo, às vezes pra mal quando percebo umas verdades quais são muito difíceis de se mudar, que dependeriam de uma porção de milhares de pequenos atos pra transformar…

“É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Porque se você parar pra pensar
Na verdade não há.” (Renato Russo)

Tão lindo, simples e meio complicado de se viver quando o coração da gente está machucado e nada disposto a perdoar.

Solteiros de Plantão

Por favor, solteiros e solteiras não se sintam EXCLUÍDOS quando por algum motivo chega a sexta-feira e ninguém te convidou ainda pra curtir alguma balada de noite, ou uma festa ou simplesmente estar acompanhado em algum lugar fazendo alguma coisa ou coisa alguma – como é tão bom estar em silêncio na companhia de alguém que te entenda isso… (maravilha esse nível de cumplicidade – quando não te exigem a fala, as palavras que nem sempre conseguem dizer tudo o que se quer, ou o que se precise…).

Estava lendo uma notícia sobre os solteiros conseguirem cumprir com a tarefa de cuidar de outras pessoas melhor do que o fazem os casados – e no entanto essa nossa mentalidade ocidental insiste em dizer que ser/estar solteiro é algo RUIM. “Quando você vai arrumar um namorado SÉRIO?” Ou seja, pra casar. Quando começa a namorar: “Quando vão casar?” E quando se casam: “Quando vão ter o filhinho?”. Agem por tradição burra – chamo de tradição burra toda repetição que se cumpre sem a consciência dos motivos daquela ação – porque eu tenho de cumprir um percurso que tudo mundo diz que tem de ser em se tratando de comportamento?

Uma ilustração como exemplo: Era uma vez uma família na qual a mãe sempre cortava o frango ao meio, o peru ao meio, o pato ao meio, arranjava as metades na bandeja e levava ao forno pra assar. Perguntada pelo marido o motivo de fazer daquele modo, respondeu: Minha mãe fazia assim, aprendi com ela. Num evento de família, o marido foi pergunta pra mãe da esposa o motivo de ter ensinado pra filha a cortar na metade o peru, frango, pato ou o que fosse, quando levados ao forno. EXPLICAÇÃO da matriarca: Eu não ensinei nada isso, ela faz isso talvez porque tenha me visto fazendo assim no passado, quando o fogão lá em casa era pequeno e não cabia sequer um frango inteiro, então eu cortava em metades pra assar uma de cada vez. Mas hoje em dia os fornos são maiores, e cabem até um peru inteiro. Não tem mais motivo de cortar no meio… 

Gente, não sejamos tolos como estava sendo aquela senhora cortando pela metade o que podiam comer por inteiro. Se você está solteiro, não se penalize por isso se há uma pressão tremenda para que você arranje alguém e não fique só. Aproveite seu tempo investindo em sua carreira profissional, acadêmica, pessoal… Quando chegar o tempo, se você quiser que chegue, ai você vive uma outra parte da vida. Mas não precisa se penalizar com o que dizem. Ser solteiro tem lá suas vantagens, sim. Descubra…

P.S.: Aos solteiros de Plantão – deixem nos comentários, quais as vantagens de ser solteiro, numa pesquisa básica, só pra gente ver… 

É de Pequeno que se Torce o Pepino

Achei muito proveitosa essa reportagem falando sobre os cuidados que as crianças podem ter desde pequeninas. Útil pra compartilhar. Já pensou se desde pequeninos soubéssemos, além dos problemas de saúde como fala a reportagem, de quais talentos a criança vai desenvolver, quais habilidades podem ser estimuladas…que tipo de pessoas teríamos? Com certeza seria um acréscimo de valor à nossa sociedade.

Cuidado com as Tradições

Eu costumava pensar nas tradições como coisas boas – tendo em vista o que eu conhecia de perto como tradição: as delícias preparadas para almoço e janta e afins nos feriados de natal e fim de ano. Mas com o tempo percebi que nem toda tradição é boa. Em vários países do continente Africano por exemplo, as meninas adolescentes são levadas pelos próprios pais a uma mutilação de seus orgãos genitais – onde é retirado (muitas vezes de forma precária em termos de cuidados com a higiene) o clitóris, ou os lábios vaginais; com intuito de que a menina/mulher não sinta prazer no ato sexual. Não estou julgando a “cultura” deles como uma atrocidade e deixando de lado a nossa com as suas atrocidades. Esse tipo de mutilação deveria ser no mínimo uma escolha das meninas… mas não acontece assim, faz parte da tradição das pessoas naquele lugar.

Cuidado com as tradições… Umas são boas, outras terríveis.

Significado de Tradição

s.f. Transmissão de doutrinas, de lendas, de costumes etc., durante longo espaço de tempo, especialmente pela palavra: a tradição é o laço do passado com o presente; é tradição deles festejar os aniversários. Transmissão oral, às vezes registrada por escrito, dos fatos ou das doutrinas religiosas.
Costume transmitido de geração a geração: as tradições de uma região. Dir. Entrega material de um bem móvel, objeto de uma transferência de propriedade.

 

Prioridades na Vida

Um professor diante da sua turma de filosofia, sem dizer uma palavra, pegou num frasco grande e vazio de maionese e começou a enchê-lo com bolas de golfe. A seguir perguntou aos estudantes se o frasco estava cheio. Todos estiveram de acordo em dizer que “sim”. O professor então pegou numa caixa de fósforos e vazou dentro do frasco de maionese. Os fósforos preencheram os espaços vazios entre as bolas de golfe. O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a responder que “sim”. Logo, o professor pegou uma caixa de areia e vazou dentro do frasco. Obviamente que a areia encheu todos os espaços vazios e o professor questionou novamente se o frasco estava cheio. Os alunos responderam-lhe com um “sim” retumbante. O professor em seguida adicionou duas chávenas de café ao conteúdo do frasco e preencheu todos os espaços vazios entre a areia. Os estudantes riram-se nesta ocasião. Quando os risos terminaram, o professor comentou: – Quero que percebam que este frasco é a vida. As bolas de golfe são as coisas importantes – a família, os filhos, a saúde, a alegria, os amigos, as coisas que vos apaixonam. São coisas que mesmo que perdêssemos tudo o resto, a nossa vida ainda estaria cheia. Os fósforos são outras coisas importantes, como o trabalho, a casa, o carro, etc. A areia é tudo o resto, as pequenas coisas. Se primeiro colocamos a areia no frasco, não haverá espaço para os fósforos, nem para as bolas de golfe. O mesmo ocorre com a vida. Se gastamos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teremos lugar para as coisas que realmente são importantes. Presta atenção às coisas que realmente importam. Estabelece as tuas prioridades…e o resto é só areia. Um dos estudantes levantou a mão e perguntou: – Então e o que representa o café? O professor sorriu e disse: – Ainda bem que perguntas! Isso e só para vos mostrar que, por mais ocupada que a vossa vida possa parecer, há sempre lugar para tomar um café com um amigo.”

O Que É O Amor?

Li uma história que me fez ficar pensando o que é o amor. O que seria o amor? Qual a diferença entre amor e paixão? A paixão se compromete? Se compromete até que ponto? Até aonde a paixão “aguenta”, por quanto tempo se sustenta? A paixão consegue não visar apenas seus próprios interesses? Essas perguntas são questões que perduram ao longo dos tempos… Me arrisco a tentar descobrir respostas e viver o que de útil for aprendendo… 

Paciente morre 8 dias após se casar em hospital de Ribeirão Preto  –  ANA SOUSA de RIBEIRÃO PRETO

A paciente Rosycler Iadoccico Neves, 61, que se casou com seu companheiro de mais de 20 anos no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (313 km de SP) no último dia 30, morreu no domingo (7) vítima de uma parada respiratória.

Portadora de doença degenerativa neurológica, ela vivia numa cama do hospital desde fevereiro e respirava com o auxílio de aparelhos. Como não conseguia falar, Rosy se comunicava apontando letras numa placa.

O casamento, realizado no último sábado de julho, teve bênção de um pastor e enfermeiros e médicos como convidados.

Rosycler Iadoccico Neves, Luis Antonio Nogueira, Marcia Ribeiro - 30.jul.11/Folhapress

A tetraplegica Rosicler Neves Coutinho, 61, quando se casou com Luis Antonio Nogueira, 42, no hospital

Rosy e o marido, o auxiliar administrativo Luis Antonio Nogueira, 42, se aproximaram no Carnaval de 1988 e foram morar juntos seis meses depois.

Há quatro anos, Rosy sentiu fraqueza nas pernas — uma consequência da doença– e passou a usar cadeira de rodas. Em fevereiro, ela perdeu o movimento das mãos e a voz enfraqueceu. Desde então, vivia no hospital aos cuidados do marido, da cunhada e da filha mais velha.

RELACIONAMENTO

Foi Luis, então um jovem de 18 anos, que se aproximou de Rosy, quase 20 anos mais velha, no Carnaval de 1988. “Eu a vi tirando as medidas para as fantasias e me encantei.” Seis meses depois, eles já moravam na mesma casa, com dois dos três filhos de Rosy, que estava divorciada.

O casal viveu do jeito faz-tudo: ele como servente de pedreiro e motoboy; ela como cabeleireira e manicure.

Luis diz que, quando jovem, a havia pedido em casamento, mas ela se recusou por ele ser “moleque”. Anos depois, foi ele quem não quis dar o braço a torcer.

A internação foi a deixa para a oficialização. No casamento, Luis disse que não fazia planos, mas que queria viver mais 30 anos ao lado de Rosy. “É amor. Não me vejo sem ela, mesmo nessa situação.”

Relativismo

Catei do twitter de @FatosJuventude e adaptei por aqui pra falar que viver tem suas relatividades, infelizmente:

Numa certa situação chega uma pessoa feia:

– ”me empresta teu caderno?” ‘

resposta:

-‘minha mãe não deixa”.

Noutra situação chega a pessoa bonita:

– ”me empresta teu caderno”

resposta:

– “mais é claro meu amor”.

 

Como Amar?

Amar não é nada fácil. Pode ser possível, é possível amar. tantos tem sofrido a tanto tempo que já desistiram de amar. Mas é possível. Tanto entre homem e mulher, como entre familiares, amigos. A gente só precisa aprender o que é o amor… a gente só precisa aprender como amar…

O que eu QUERO e o que eu MEREÇO

Copiei e colei o texto do Facebook de Mandy Outeiro:

“Insistir naquilo que já não existe é como calçar um sapato que não te cabe mais, machuca, causa bolhas, chega à carne viva e sangra. Então é melhor ficar descalço… Deixar livre o coração, enquanto vive… deixar livre os pés, enquanto cresce. Porque quando a gente cresce, o número muda! As vezes você tem que esquecer o que você QUER pra começar a entender o que você MERECE!!!”

Conselho de Nutricionista

Uma amiga lembrou de mim quando leu isso, e me mandou:

“Fui ao nutricionista e abri meu coração, disse que tô gorda e preciso emagrecer…
E o que ele me disse?
Você é o que vc come!
Fiquei pensando: vivo comendo pizza, lasanha, chocolate, sorvetes, etc…
Cheguei a conclusão: Eu sou gostosa!”

Entender nem sempre é fácil… Mas dá pra continuar vivendo

“Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.

Clarice Lispector

A fábula do Porco-espinho

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor. Por isso decidiram se afastar uns dos outros e voltaram a morrer congelados, então precisavam fazer uma escolha: Ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros. Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro. E assim sobreviveram.

Moral da História: O melhor do relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro, e admirar suas qualidades.

P.S.: Gente, me desculpe, mas eu peguei a fábula com a Profª Charlene Maclean, e as fotos também, achei no albúm dela.

Tomates Verdes Fritos – Filme & Receita

Cartaz do filme Tomates Verdes Fritos

Ontem eu vi mais um filme que me tocou profundamente por dentro. Eu já o tinha visto quando era adolescente, mas não entendia bem como hoje em dia. Conforme o tempo passa e vamos vivenciando as coisas da vida, dores e alegrias passam a fazer parte do tempero da vida e nos ensinam muitas coisas. Nunca deixe que uma dor simplesmente passe pela sua vida sem te dar a devida lição que ela contem. Já que é inevitável sofrer, que pelo menos isso tenha alguma utilidade.

No filme Tomates Verdes Fritos, vemos a descoberta de uma amizade e os benefícios que a mesmo pode ter ao coração humano. A amizade entre as meninas do filme serve de exemplo pra toda vida. Esse é um dos filmes que facilmente entram na minha lista de filmes prediletos. Sei que o livro deve ser muito melhor, assim que puder vou dar uma lida. por enquanto deixo aqui a dica para se assistir ao filme e se aprender com a dor a alegria alheia.

A título de curiosidade, “tomates verdes fritos” fazem parte de um prato típico no sul dosEstados Unidos. Achei a receita que compartilho logo abaixo:


 

 

 

 

Tomates Verdes Fritos
Receita indicada por: Paula F. Bernardi


Tipo de Culinária: Culinária Popular
Categoria: Pratos Principais
Subcategorias: Legumes
Rendimento: 4 porções

Ingredientes
4 unidade(s) de tomate carmem
2 unidade(s) de ovo batido(s)
1/2 xícara(s) (chá) de leite
1 xícara(s) (chá) de farinha de trigo
1/2 xícara(s) (chá) de fubá
1/2 xícara(s) (chá) de farinha de rosca
2 colher(es) (chá) de sal
1/2 colher(es) (chá) de pimenta-do-reino branca

Modo de Preparo:

Corte os tomates em fatias, na largura de um dedo.
Tire as sementes. Não use as pontas.
Num prato, misture os ovos e o leite.
Em outro prato, misture a farinha de rosca e o fubá, temperando com o sal e a pimenta.
Passe o tomate na farinha de trigo, nos ovos com leite e. finalize na mistura de farinha de rosca com fubá.
Frite um ao lado do outro em óleo quente até dourar.
Polvilhe com queijo ralado. Sirva com molho de maionese à gosto.

Espero que gostem… qualquer coisa, comentem.

Lições do Pequeno Príncipe

Pequeno Príncipe Blog EuGordinha

Hoje me aconteceu algo que a muito não vivia, me senti feliz após o término do filme. Sabe daqueles filmes que te fazem repensar alguns pontos da vida e você passa a ver as coisas diferentes? Então esse filme tem tudo isso. Quem quiser assistir, pode pegar esse torrent.

Novamente os Homens…

Achei engraçado e portanto, copiei aqui

xícara cheia de cafe´Blog EuGordinha
Alguns Homens São…
COMO CAFÉ…São ricos, quentes, encorpados e te mantém acordada toda a noite.
COMO AS GELADEIRAS DE ISOPOR…Encha-os de cerveja e poderá levá-los para onde quiser.
COMO AS COPIADORAS…Só servem para reprodução…
COMO OS HORÓSCOPOS…Sempre te dizem o que você deve fazer e geralmente estão errados.
COMO PIPOCA…Te satisfazem, mas apenas por pouco tempo.
COMO FÉRIAS…Nunca são suficientemente grandes.

pote de pipocas Blog EuGordinha

Simplicidade

Clarice Lispector

“Que ninguém se engane: só se consegue a simplicidade através de muito trabalho.” (Atribuido à Clarice Lispector)

Tempêro pra Vida

Simplicidade Deus Crianças

Quando me perguntam se eu tenho religião, respondo que não, porque eu não concordo com religião. Na verdade eu não gosto das guerras que fazem por causas religiosas. Preconceitos, exclusões, todo tipo de atitude hipócrita que fazem tentando justificar uma pretensa santidade. Odeio isso, porque não promove o que é útil ao ser humano, no sentido de os tornar melhores do que são. Achei um texto que fala sobre Deus – o princípio criador de todas as coisas existentes – pelo menos para os que acreditam. Eu acredito nEle – não acredito em muitas coisas que dizem sobre Ele, prefiro conhecê-Lo pessoalmente. Achei uma ilustração bem legal sobre isso…

Um certo dia um homem foi em uma escola falar de DEUS.

Chegando lá perguntou se as crianças conheciam a Deus, e elas
responderam que sim.

Continuou a perguntar e elas disseram que Deus é o nosso pai, que ele fez o mar, a terra e tudo que está nela, que nos fez como filhos Dele, etc.

E o homem se impressionou com a resposta dos alunos e foi mais longe: “Como vocês sabem que Deus existe,
se nunca ninguém O viu?”

A sala ficou toda em silêncio, mas Pedro, um menino muito tímido, levantou as mãozinhas e disse: “A minha mãe me disse que Deus é como o açúcar no meu café com leite que ela faz
todas as manhãs.

Eu não vejo o açúcar que está dentro da caneca no meio do café com leite, mas se não colocá-lo , fica sem sabor.

Deus existe, e está sempre no meio de nós, só que não O vemos; mas se Ele sair de perto, nossa vida fica sem sabor…”

O homem sorriu e disse: “Muito bem Pedro, eu agora sei que Deus é o nosso açúcar e que está todos os dias adoçando a nossa vida…” Deu a bênção e foi embora da escola surpreso com a resposta daquela criança.

Deus quer tornar a nossa vida muito abençoada, mas para que isso aconteça é necessário deixarmos que Deus faça milagres e uma grande transformação em nosso coração. Pense nisso, hoje não esqueça de colocar “AÇÚCAR” em sua vida!

Homens…. affff

Gosto muito das tiradas da Cris. Ou ela as encontra, ou as diz mesmo em meio as nossas conversas, momentos de descontração… Eu poderia montar uma série com as que ela põe no facebook. Se ela montasse um show de comédia stand up eu ia… apertaria o curtir e cutucaria todo mundo pra ver.

palavras ferem...

HOMENS

lembrem-se:

• Quando você gritar com sua mulher, há um outro homem que a deseja para sussurrar baixinho em seu ouvido.
• Enquanto você humilha, ofende e insulta, há um homem lembrando-lhe o quão maravilhosa que ela é.
• Enquanto você a machuca, há um homem pensando que poderia fazer amor com ela.
• Enquanto você a faz chorar, há um homem roubando sorrisos dela…

Quando a Mulher Vai lá e Faz Acontecer! (Negócios)

Roseli e Vera Vaz (da esq. para a dir.), da Sparkkli Home: intuição levada a sério

Mulheres empreendedoras.

O que aprender com elas

Sinceras a ponto de revelar que nunca pararam para pensar como administram o próprio negócio, as irmãs Roseli Vaz, 39 anos, e Vera Vaz, 40 anos, donas da Sparkkli Home, empresa de cosméticos paulistana voltada ao bem-estar, acreditam que parte do segredo do bom desempenho está na visão global do negócio e na boa dose de sensibilidade e emoção que depositam em cada tarefa. “Os homens são mais práticos, guiam-se quase que 100% pelos números e não contam com a intuição, um ingrediente forte no dia a dia feminino”, diz Roseli. Foi por levar em conta a própria intuição que elas, há quatro anos, enveredaram pela área da beleza, deixando para trás a importação de roupas, um negócio à primeira vista mais rentável. “O que não tem que ser, não é. As portas vão se fechando sem você saber o porquê”, afirma a empresária. “Quando as coisas têm que acontecer, tudo flui.” As sócias ressaltam, porém, que não basta ter sensibilidade. É preciso conhecer o mercado e pesquisar muito. Foi somando as duas coisas que elas decidiram investir na linha de home spa, desenvolvendo produtos para serem usados em casa, mas com os mesmos princípios do spa. Deu certo. A Sparkkli Home tem 100 itens em linha, uma loja própria e faturou no ano passado R$ 1,3 milhão.

Para Rosângela Cassiano, psicóloga e personal coaching, intuição, sensibilidade, facilidade de ouvir o outro e humildade para reconhecer as dificuldades e erros mais rapidamente são traços positivos da gestão feminina, mas não devem ser os únicos. “As mulheres para serem completas precisam assimilar alguns comportamentos tipicamente masculinos, como a praticidade, menor grau de impulsividade e planejamento no papel”, diz a consultora. “Elas acreditam tanto que as coisas vão dar certo que, muitas vezes, se esquecem de planejar o negócio e tomam decisões precipitadas.” Mas, no âmbito geral, segundo a especialista, não há como negar que eles podem aprender muito com o jeito feminino de liderar. Afinal, sobram coragem e disposição para enfrentar desafios, mesmo que para isso seja preciso fazer dez coisas ao mesmo tempo.

PERSONALIDADE MARCANTE
Saiba quais são os pontos fortes da liderança feminina e em que áreas as mulheres precisam melhorar

NOTA 10
• Apresentam um estilo de comunicação assertivo para expor suas ideias e estratégias para a gestão do negócio, o que facilita a compreensão de suas orientações na delegação de responsabilidades.• Mostram um estilo de liderança envolvente e gostam de levar as pessoas a pensar da mesma forma que elas. Assim, conquistam o apoio e o comprometimento da equipe em relação aos objetivos comuns.• São rápidas e voltadas a resultados. Tendem a imprimir um ritmo acelerado à administração e sentem necessidade de realizar tarefas de imediato.• Demonstram nos relacionamentos a empatia necessária para escutar as pessoas e perceber as necessidades de sua equipe, o que lhes permite realizar orientações personalizadas e bem direcionadas.• Revelam flexibilidade para seus conceitos e para escutar pontos de vista diferentes dos seus durante a busca de soluções, o que favorece a avaliação de alternativas, enriquecendo o processo decisório.

• São ágeis na tomada de decisões, podendo transmitir um referencial de liderança positivo, enfatizando o dinamismo e o foco em resultados.

• Revelam maior motivação pelo relacionamento e interagem com clientes, fornecedores e parceiros estratégicos com desenvoltura. Essa condição favorece a implantação de um ambiente amistoso de trabalho.

• Gostam de lidar com questões mais complexas em seu trabalho, o que as ajuda a compreender as estratégias de negócios e a implementar as mesmas na gestão de suas equipes, podendo identificar oportunidades e buscar soluções para atingir os resultados.

OPORTUNIDADES DE DESENVOLVIMENTO
• Podem aprimorar o seu estilo de organização pessoal ao definir melhor suas prioridades na agenda e administrar as interrupções em seu dia-a-dia. Para tanto, é importante que desenvolvam técnicas para administração do tempo.

• É importante desenvolver maneiras de lidar de forma construtiva com críticas e objeções que possam surgir ao seu trabalho. Aqui é importante pesar mais a razão do que a emoção.

• Devem controlar o ritmo diante de problemas que exijam uma abordagem mais analítica, realizando uma pesquisa mais detalhada para avaliar a melhor solução para a tomada de decisão, ou cercando-se de pessoas que tenham essa característica, a fim de complementarem seus perfis.

• Podem se beneficiar ao dedicar mais tempo à análise de problemas e ao exercício da criatividade na busca de soluções, a fim de apostar em novas ideias e em projetos ainda não vivenciados em sua trajetória empreendedora, aplicando, quando possível, mais ousadia em seus processos decisórios.

Fontes: Pesquisa da Executiva Brasileira realizada pela Caliper Estratégias Humanas do Brasil e HSM

Fonte:RevistaPequenasEmpresasGrandesNegócios