Entender nem sempre é fácil… Mas dá pra continuar vivendo

“Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.

Clarice Lispector

A fábula do Porco-espinho

Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor. Por isso decidiram se afastar uns dos outros e voltaram a morrer congelados, então precisavam fazer uma escolha: Ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros. Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos. Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro. E assim sobreviveram.

Moral da História: O melhor do relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro, e admirar suas qualidades.

P.S.: Gente, me desculpe, mas eu peguei a fábula com a Profª Charlene Maclean, e as fotos também, achei no albúm dela.

Tomates Verdes Fritos – Filme & Receita

Cartaz do filme Tomates Verdes Fritos

Ontem eu vi mais um filme que me tocou profundamente por dentro. Eu já o tinha visto quando era adolescente, mas não entendia bem como hoje em dia. Conforme o tempo passa e vamos vivenciando as coisas da vida, dores e alegrias passam a fazer parte do tempero da vida e nos ensinam muitas coisas. Nunca deixe que uma dor simplesmente passe pela sua vida sem te dar a devida lição que ela contem. Já que é inevitável sofrer, que pelo menos isso tenha alguma utilidade.

No filme Tomates Verdes Fritos, vemos a descoberta de uma amizade e os benefícios que a mesmo pode ter ao coração humano. A amizade entre as meninas do filme serve de exemplo pra toda vida. Esse é um dos filmes que facilmente entram na minha lista de filmes prediletos. Sei que o livro deve ser muito melhor, assim que puder vou dar uma lida. por enquanto deixo aqui a dica para se assistir ao filme e se aprender com a dor a alegria alheia.

A título de curiosidade, “tomates verdes fritos” fazem parte de um prato típico no sul dosEstados Unidos. Achei a receita que compartilho logo abaixo:


 

 

 

 

Tomates Verdes Fritos
Receita indicada por: Paula F. Bernardi


Tipo de Culinária: Culinária Popular
Categoria: Pratos Principais
Subcategorias: Legumes
Rendimento: 4 porções

Ingredientes
4 unidade(s) de tomate carmem
2 unidade(s) de ovo batido(s)
1/2 xícara(s) (chá) de leite
1 xícara(s) (chá) de farinha de trigo
1/2 xícara(s) (chá) de fubá
1/2 xícara(s) (chá) de farinha de rosca
2 colher(es) (chá) de sal
1/2 colher(es) (chá) de pimenta-do-reino branca

Modo de Preparo:

Corte os tomates em fatias, na largura de um dedo.
Tire as sementes. Não use as pontas.
Num prato, misture os ovos e o leite.
Em outro prato, misture a farinha de rosca e o fubá, temperando com o sal e a pimenta.
Passe o tomate na farinha de trigo, nos ovos com leite e. finalize na mistura de farinha de rosca com fubá.
Frite um ao lado do outro em óleo quente até dourar.
Polvilhe com queijo ralado. Sirva com molho de maionese à gosto.

Espero que gostem… qualquer coisa, comentem.