Guerras Santas

Ultimamente tenho estado em revolta silenciosa diante da guerra travada nos corações pelo poder de SER o que se considera certo às custas do julgamento alheio. Muitos pretensos religiosos tratando com desprezo os que não concordam com suas ideias. Isso não é novidade alguma, infelizmente. Acho que agora me têm doído mais por motivos pessoais.

A tal religião deveria ser, como no significado da palavra, um religar-se à divindade, seja o Deus monoteísta dos Cristãos, muçulmanos e judeus; ou as outras divindades de quaisquer cultos pelo mundo afora, dentro de sua própria cultura. Acontece que algumas pessoas usam de suas religiões para promover a divisão das relações humanas de maneira preconceituosa e prejudicial. Todos temos de aprender algo com o outro, mesmo que não concordemos com seus valores. Não somos TODO PERFEITOS, carecemos da perfeição que foi depositada em porções dentro de cada ser vivo que existe – em nosso caso específico nesse texto aqui, o ser HUMANO.

Cabe a cada um pensar o quanto que a sua religião pode estar sendo prejudicial ao seu desenvolvimento humano como pessoa, ser social. Não sou obrigado a crer no que me dizem ser a verdade. Ninguém é obrigado a crer em minha verdade. A verdade por si só se afirma. Creiam nela os sensatos, sofram suas consequências os que a ignoram. Mas que se evite a guerra de ideias que mais promove DESAMOR do que qualquer outra coisa.

Anúncios

Comente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s