Tudo tem dois lados. Exagero ou Preconceito?

No papel de colaboradora do blog e page no Facebook, eu não poderia deixar de opinar sobre esse post: “30 segundos de Estupidez”. Sempre amei as publicações, e a maneira como tudo é transmitido aqui. Por isso, aceitei o convite para ajudar nas postagens.
Mas, esse post em especial eu não poderia deixar de comentar. Entendo a indignação de alguns que assim como eu, lutam por esta causa, que tem orgulho de levantar a bandeira contra o preconceito. Vivemos em luta constante para que pessoas que não estão satisfeitas com seus corpos sintam-se melhor e entendam que não é ter um “corpo cabide” que vai tornar uma pessoa melhor, que beleza, felicidade, competência, caráter ou inteligência não está ligado ao tipo físico. São simplesmente “padrões” que a sociedade impõe.
Falando como “gorda” que sou, entendo a indignação de muitos. Mas, não vi o lado preconceituoso e ofensivo. O que entendi é que a propaganda quis mostrar que a moça fez dieta, e pra conseguir ela teve que fazer sacrifícios pra se sentir bem com seu corpo. Eu sei que existem pessoas que estão felizes com seu tipo físico, que levam uma vida normal, que mostram todos os dias que por estarem acima do peso não são doentes e muito menos incapazes. Mas, por outro lado, existem aquelas que não se aceitam por isto, travam batalhas todos os dias por que simplesmente não se aceitam.
Então, entendi a mensagem que a “marisa” quis passar quando disse: “Tudo valeu a pena”. Valeu a pena, pra quem não estava realizada com seus quilinhos a mais e fez uma dieta normal e saudável para reduzir seu peso. E quem faz dieta, sabe que cada grama perdida, é motivo de comemoração. Respeito o ponto de vista de todos que comentaram sobre o assunto. Mas parece que a maioria esquece que falar bem do que é bonito pra si, não quer dizer que você está tratando o oposto de forma preconceituosa.

Por Natália Rodrigues

Nat ✿

Anúncios

3 respostas em “Tudo tem dois lados. Exagero ou Preconceito?

  1. Nat agora falastes a minha língua!
    Creio que estão fazendo uma tempestade em um copo d’água, penso como vc!
    Sou gorda desde quando nasci, sempre me amei, estou fazendo regime hoje a força, minha saúde “GRITOU”, ou eu emagreço eu fico entregue a sorte, Mas voltando ao seu post, devemos sim lutar contra o preconceito que sofremos diariamente e nos amar acima de qualquer “quilinhos” a mais!!!

  2. Isso msm Tatiana! Eu tbm sempre fui gorda, desde criança e nem por isso deixei de levar uma vida normal, como a de qualquer pessoa que está acima do peso, ou me sentir bonita por isto. O que eu acho absurdo é que algumas pessoas não encaram a realidade de frente. Preconceito existe, tá aí no nosso dia a dia, e haja peito p aguentar. Só podemos fazer duas coisas: lutar contra isso entendendo que o problema existe ou deixar pessoas da mente fundida que não entendem e nem aceitam que diferenças existem, abalar nossa felicidade. E acho que mesmo com gordurinhas uma pessoa pode ter uma vida saudável,e se não se sente bem assim, ou é pra melhorar a saúde, que emagreça. Todos temos direito a querer uma vida melhor … 😀

  3. Pingback: Todas as mulheres, em sua diversidade, têm o seu valor – Contra a Mídia Machista | Eu, Gordinha

Comente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s