Dia dos Namorados?

doodle Dia dos Namorados

Hoje é dia dos namorados e isso é altamente alardeado em tudo quanto é canto. A mídia se ocupa bem de divulgar esse fato tão logo acabe o dia das mães. Os motivos para se fazer isso, são óbvios: comércio. Dentro dessas motivações e valores, as pessoas se sentem pressionadas a COMPRAR, VENDER e isso pode ser bom, desde que não se manipulem as emoções das pessoas pra que se sintam bem ou mal consigo mesmas por estarem namorando ou não.

Há quem fique até mesmo deprimido por não ter um namorado. Podemos dizer que essa pessoa está sendo fraca diante da mídia? Ei, lembremos que a Mídia faz uma baita pressão. Se muitos de nós pararmos pra pensar que ainda choramos diante de um filme (de mentirinha) não há quem seja assim tão fraco. Desde cedo somos ensinados que deve se amar de um jeito assim e assado, ai de quem foge da cartilha se vê sendo cobrado e crucificado até a morte. Será que cada um de nós não pode aprender com o outro como amar? Há um livro muito interessante sobre o assunto, não só para o amor entre namorados, mas qualquer que entenda que o amor é bom pra viver.

Precisamos ter cuidado com as pressões que a nossa cultura impõe. Não sou contra a comemoração do Dia dos Namorados. Mas quem namora de verdade mesmo, entende que o seu relacionamento, pra ser saudável tem de ser feito e refeito dia após dia. Há certas quebras que podem acontecer no coração mal tratado que são difíceis de curar. Há de se ter cuidado com as falsas regras,, as expectativas falsas e toda falsidade que possa haver nesse sentido.

Aos que estão na jornada de aprendizagem sobre o amor. Feliz dia de viver a vida, amando a si mesmo e compartilhando desse amor com quem se ama!

P.S. A imagem de ilustração é o doodle do Google para o dia dos namorados. É impressão minha, ou o cebolinha que roubou o coelhinho da Mônica, está prestes a ser furtado – e quem conhece a histórias entre os dois já sabe que ele vai tomar uma surra por causa disso. Sem qualquer mensagem subliminar, só coisa da minha cabeça mesmo: Até quando o que chamam de amor tem de ser considerado uma disputa de forças?

Anúncios

Comente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s