Quase incesto

Delicioso esse texto da Ida. Parabéns pelo talento! 😉

Blog da Ida Lenir

Era quase onze horas da noite quando Joana percebeu que pisara feio “na bola”. Havia se deixado abater muito cedo pelas dificuldades que apareceram. Não percebera que o celular estava sem carga. Mas isso aconteceu às oito horas! Tá certo que o celular não permitia ligar enquanto a bateria carregava, nem podia recorrer ao telefone fixo, o qual só ligava para outro fixo, além do que não podia recorrer a telefones de terceiros, porque estava sozinha em casa.

O local do encontro era logo ali, a menos de quinhentos metros de onde ela residia. Por que não tinha ido direto até o bar? O combinado era: ele chegaria, sentaria e intimaria, “agora desce!”. Aí, ela iria ao seu encontro. Estava envergonhada com o furo que dera. “Tu és uma anta!”, xinga-se, sem parar.

Fazia muito tempo que tentavam ajustar as agendas. Vida muito corrida. Mantinham contato por telefone, pelas redes…

Ver o post original 438 mais palavras

Anúncios

Comente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s