O Amor é Cego – Pitacos do Filme

ShallowhalmovieposterEngraçado que no original o título do filme seria algo como “Superficial Hal”, ou “Raso Hal”, um título realmente não muito interessante, mas bem esclarecedor. Tendo em vista que conta a história de Hal, um carinha que após ter sido hipnotizado acaba por enxergar as pessoas segundo o seu lado interior e não mais só pelo que o corpo físico mostrava. Há muitas pessoas rasas pelo mundo afora. Muito em nós pode ser uma visão rasa sobre as coisas.

o-amor-e-cego

— Gwyneth Paltrow levava 4 horas para virar a Rosemary de ‘O Amor é Cego’. Da primeira vez em que se caracterizou, a atriz adotou o visual por um dia. Para viver a musa do superficial Hal (Jack Black) em versão obesa, a magérrima Gwyneth decidiu, ao se caracterizar pela primeira vez, manter o visual da personagem o resto do dia e andar por lugares públicos só para sentir como as pessoas olhavam para uma mulher acima do peso, e assim entender melhor a personagem. E por incrível que pareça, ninguém a reconheceu nas ruas! (fonte da net) —

ninguem-esqueceu-do-visual-de-gwyneth-paltrow-em-o-amor-e-cego-2001-mas-ao-contrario-dos-colegas-gwyneth-nao-precisou-se-submeter-a-dietas-ou-a-exercicios-fisicos-a-atriz-levava-quatro-horas-1349827800165_700x500

O filme é cheio de clichês, como não seria diferente sendo uma produção americana. Mas nos põe pra pensar até que ponto os padrões norteiam as nossas escolhas de como podemos ser ou não felizes. Até que ponto a gente é quem escolhe ser feliz ou triste, baseado no que nos dizem que temos de ser, fazer, viver e etc?

O-Amor-e-Cego-6

Numa das cenas mais engraçadas, o Hal nem perde muito tempo pensando que não fazia sentido uma lingerie tão grande pra uma mulher que não fazia jus a mesma… (Na verdade poucos homens fazem caso da lingerie que as mulheres usam…)

NOTA: Essa postagem é parte da postagem de um álbum na fanpage da EuGordinha, por isso saiu um texto picado e resumido.

Anúncios

3 respostas em “O Amor é Cego – Pitacos do Filme

  1. Olha só, o filme mostra que se ela fosse gordinha ele jamais teria olhado pra ela, mas, na verdade descobri algo fantástico durante uma viajem. A blz não é realmente fundamental, tudo que é fundamental é a autoconfiança… Sempre fui gordinha e perdi mto tempo pensando ao contrário… Beijão!

Comente...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s