Sobre EuGordinha

Quando eu nasci a minha mãe me disse: Linda!

Sorria Para Seu Próprio Bem Estar

Quando a gente sorri mesmo sem motivos aparentes pra sorrir, nosso cérebro entende que podemos ser felizes e descarrega uma dose de hormônios que nos fazem ficar feliz depois de uns instantes. #neurofisiologia

Portrait of fat woman looking at camera and smiling

A Gorda Que Se Ama é Mais Feliz

Achei um texto lindo hoje. Apareceu no meu feed do facebook e eu me surpreendi com o texto ser longo, ai fui ler. Amei e achei super válido compartilhar com o mundo. Uma das partes mais linda que eu achei é quando ela diz: “a beleza é fruto de uma certeza, fruto de um encontro íntimo seu…” Precisamos desse encontro todos os dias! Quanto mais descobrirmos quem somos e o quanto isso é belo, melhor para nossa saúde emocional, mental, física. Melhor para o mundo como um todo. Quando estamos felizes com quem somos, nos tornamos melhores seres humanos, produzimos bem o que nos dispusermos a fazer. 

“Algumas pessoas costumam dizer que eu sou narcisista, que faço muitas fotos de mim mesma..algumas chegam a dizer que “me exponho demais”..
E eu fico pensando comigo mesma…quantas pessoas se incomodam com as fotos diárias quase que em tempo real das famosas de plantão? Ahh elas são bonitas! Ok! E eu também! As pessoas se incomodam porque estão habituadas a verem pessoas gordas como eu escondidas em seus casulos, envergonhadas por terem um peso maior do que a maioria, estão acostumadas a pessoas que de tanto ouvir que não têm uma beleza adequada, acreditam na falácia e se escondem com medo de esfregar na cara da sociedade a beleza que não é só autoestima ou autoafirmação… a beleza que é fruto de uma certeza, fruto de um encontro íntimo seu… a beleza de perceber que é muito mais que um número… e essa beleza tão singular precisa ser mostrada… o belo está em mim.. o belo que os meus olhos vêem mesmo que o outro não veja, eu vi… e só isso importa. Ninguém tem a obrigação de nos amar… amar é escolha… por essa razão eu escolhi me amar… e se postar milhares de fotos é uma das inúmeras formas de evidenciar essa escolha… que assim seja! D.S. 
#plussize 

P.S.: Não citei o nome da autora pois peguei o texto dela sem permissão pra expor aqui no blog. Conforme ela me responda e permita eu edito.

Forte abraço pras amiggas! 

As fotos que usei pra fazer a montagem que ilustra o texto são da Mariana Godoy que faz uma arte linda que empodera as mulheres gordas. Confira mais do trabalho dela aqui: empoderarteme  

Exercitando a Gratidão

Assim que puder, feche os olhos e ouça o som que o vento faz quando passa entre as folhas das árvores.
Experimente mover sua energia interior na direção do seu bem estar. Quer saber como? Bem simples. Separe 3 minutos do seu dia para se colocar num lugar onde não haja interrupções. Sente-se confortavelmente, ou deite-se. Se quiser fechar os olhos para se concentrar melhor e não se distrair com as coisas ao redor, tudo bem. Respire fundo até encher todo pulmão, prenda o ar por alguns segundos e solte suavemente. Agora você vai começar a agradecer pela vida que tem, pela saúde, pelas pessoas que você ama e pelos que te amam. Pode lembrar de cada pessoa especial que tem na sua vida e outras vão vindo em sua mente. Agradeça pelo que cada uma delas representa pra ti. Se pessoas que te ofenderam vierem ao seu pensamento, agradeça por elas também. Um ditado sábio diz que até os que se colocam como nossos inimigos nos ajudam a sermos mais fortes. Agradeça por todas as pessoas. Você pode mencionar mentalmente o nome de cada pessoa e agradecer por ela, por ele: “Sou grato pela vida de fulano de tal na minha vida por tal e tal motivo, pela atuação de sicrano, pelo que me fez (ou deixou de fazer) beltrano”. E por ai vai. Exercite gratidão pela pessoa que você é, pela pessoa melhor que você vai ser em breve. Agradeça pelo processo pelo qual você passou e passa para que você se torne uma pessoa melhor. Perceba como o seu coração vai se sentir durante o exercício. Se quiser fazer isso por mais de 3 minutos, você pode. Exercite a gratidão com sinceridade. Você vai estar abrindo novas portas de saúde, prosperidade, alegria e outras positividades dentro de ti. Se essa prática se repetir ao longo de 21 dias, um novo hábito poderoso vai estar sendo formado em sua vida e coisas muito boas estão já prestes a acontecer contigo. Abraço pras Amiggas!

Descobrimos a Fonte da Juventude!

A Fonte Da Juventude Chama-Se Mudança
Por Lya Luft

“Mês passado participei de um evento sobre as mulheres no mundo contemporâneo. Era um bate-papo com uma plateia composta de umas 250 mulheres de todas as raças, credos e idades. E por falar em idade, lá pelas tantas, fui questionada sobre a minha e, como não me envergonho dela, respondi.

Aí fiquei pensando: ‘pô, estou neste auditório há quase uma hora exibindo minha inteligência, e a única coisa que provocou uma reação calorosa da mulherada foi o fato de eu não aparentar a idade que tenho? Onde é que nós estamos?’

Onde, não sei, mas estamos correndo atrás de algo caquético chamado ‘juventude eterna’. Estão todos em busca da reversão do tempo.

Acho ótimo, porque decrepitude também não é meu sonho de consumo, mas cirurgias estéticas não dão conta desse assunto sozinhas.

Há um outro truque que faz com que continuemos a ser chamadas de senhoritas, mesmo em idade avançada.

A fonte da juventude chama-se mudança.

De fato, quem é escravo da repetição está condenado a virar cadáver antes da hora. A única maneira de ser idoso sem envelhecer é não se opor a novos comportamentos, é ter disposição para guinadas.

Eu pretendo morrer jovem aos 120 anos. Mudança, o que vem a ser tal coisa?

Minha mãe recentemente mudou do apartamento enorme em que morou a vida toda para um bem menorzinho. Teve que vender e doar mais da metade dos móveis e tranqueiras, que havia guardado e, mesmo tendo feito isso com certa dor, ao conquistar uma vida mais compacta e simplificada, rejuvenesceu.

Uma amiga casada há 38 anos cansou das galinhagens do marido e o mandou passear, sem temer ficar sozinha aos 65 anos. Rejuvenesceu. Uma outra cansou da pauleira urbana e trocou um baita emprego por um não tão bom, só que em Florianópolis, onde ela vai à praia sempre que tem sol. Rejuvenesceu.

Toda mudança cobra um alto preço emocional. Antes de se tomar uma decisão difícil, e durante a tomada, chora-se muito, os questionamentos são inúmeros, a vida se desestabiliza. Mas então chega o depois, a coisa feita, e aí a recompensa fica escancarada na face.

Mudanças fazem milagres por nossos olhos, e é no olhar que se percebe a tal juventude eterna. Um olhar opaco pode ser puxado e repuxado por um cirurgião a ponto de as rugas sumirem, só que continuará opaco porque não existe plástica que resgate seu brilho. Quem dá brilho ao olhar é a vida que a gente optou por levar. Olhe-se no espelho”.

Via Portal raízes

Qual é o Peso de Um Olhar?

FOTÓGRAFA REGISTRA OLHARES PRECONCEITUOSOS CONTRA GORDINHAS

Foto: Haley Morris-Cafiero

Bem resolvida com seus quilos a mais, a fotógrafa Haley Morris-Cafiero criou um novo projeto para mostrar que o fato de ser gordinha não é um problema para ela, mas, sim, para os outros. Como? Fotografando nas ruas as expressões daqueles que se deparam com pessoas acima do peso.

Ela batizou esse trabalho de Wait Watchers, nome como é conhecido o programa de emagrecimento “Vigilantes do Peso” em outros países. A ideia surgiu quando flagrou o olhar de repulsa de um homem enquanto trabalhava em outro projeto, em 2010.

A partir daí, resolveu registrar outras reações. Colocou a câmera em um tripé e clicou outras pessoas que olhavam para ela em situações comuns do dia a dia, como lendo um livro, falando ao telefone e comendo em público.

As imagens obtidas registram diferentes flagras, desde posturas que mostram curiosidade até aquelas que expressam nojo. Ou seja, é nítido o peso e a cobrança da sociedade sobre as pessoas obesas.

 

Restaure o Museu Nacional!

No dia 2 de Setembro de 2018 um incêndio de proporções gigantescas destruiu um acervo com mais de 20 milhões de itens catalogados ao longo de 200 anos.

O que aconteceu foi muito triste, tendo em vista que os museus são lugares onde se preserva a História da Cultura de uma sociedade. Quando um legado dessa magnitude se perde, fica uma sensação de que estamos perdendo parte de nossa identidade cultural enquanto comunidade e até mesmo em termos de humanidade. Entenda Cultura, com tudo aquilo que o ser humano é capaz de produzir, seja material ou não. Desde um parafuso até uma história em quadrinhos, tudo o que somos capazes de criar seja para fins de entretenimento, solução de problemas ou religiosidade, tudo é objeto cultural e manifesta o nosso potencial criativo, nosso potencial de realização. Sendo assim, tudo cultura é válida, seja ou não de nossa preferência.

No caso do Museu Nacional, a Wikipédia tomou uma iniciativa muito louvável ao criar um mecanismo por meio do qual as pessoas interessadas podem estar restaurando o museu por meio de fotografias que foram feitas nele. Se você tem fotos que possam ajudar a criar esse espaço no qual vamos poder conhecer mais do que era o Museu, ou conhece pessoas que tenham fotos assim, entre aqui e ajude. Todos aqueles que valorizam a Cultura agradecem!

Museu-Nacional-e-destruido-pelo-fogo

Depressão: Segundo a Monja Coen

Gosto muito de parar e ouvir o que a Monja Coen tem a dizer sobre os vários assuntos que permeiam a existência humana. É com muita sabedoria e tranquilidade que ela toca muitas vezes em assuntos delicados, com muita sensatez e equilíbrio, o que é essencial para um pensamento saudável. 

“Somos co responsáveis pela realidade em que vivemos, pelo mundo em que estamos e não adianta reclamar é preciso, é preciso agir para transformar.” Monja Coen

Segue abaixo trechos de uma palestra na qual ela fala a respeito do seu livro “O Sofrimento é Opcional”. Se quiser o livro clique aqui e o encontre na versão digital ou livro físico. 

Depressão: O quê causa e como o autoconhecimento pode ajudar?
Monja Coen – Parte 1

Depressão: Qual é o caminho para libertar-se e acessar a energia vital?
Monja Coen – Parte 2

O que é o verdadeiro equilíbrio emocional?
Monja Coen – Parte 3

Com Que Roupa Eu Vou? Como Se Vestir por Dentro

Qual Roupa Usar?

“Com que roupa eu vou, no samba que você me convidou?” Noel Rosa

Quem nunca sentiu uma certa dúvida sobre qual roupa usar numa determinada ocasião especial? É comum acontecer isso, ainda mais quando não nos definimos ainda sobre o que de fato gostamos ou não gostamos, o que de fato queremos ou não queremos comunicar. Pois vestir uma roupa não é apenas cobrir a nudez do corpo. Os que estudam a Moda sabem que conceitualmente, vestir-se é uma das formas mais contundentes de dizer ao mundo quem somos!  Vestir-se é um ato existencial! Uau, que profundo! Kkkkk

A origem desse post foi a imagem abaixo, que encontrei na Página do Facebook É Verdade Esse Bilhete. Veja que engraçadinho…

É verdade!!! kkkkkk
Acabei sendo levado a concluir que a nossa melhor roupa é o Estado de Espírito em que nos sentimos. Entenda estado de espírito como sendo a soma de tudo o que você sente, pensa e quer num determinado momento. A soma dos seus pensamentos, das suas emoções e das suas vontades, compõe o seu estado de espírito.
Muita gente nem percebe, mas independente da roupa que veste, a gente se veste de verdade é com o que sentimos e com o que pensamos. São essas coisas interiores e invisíveis que acabamos mostrando pra os outros mais do que tudo o que em nós está visível aos olhos. Não são as roupas em si, nas cores que forem, sejam lisas ou estampadas, não são os decotes em si, as golas, as franjas ou qualquer elemento artístico que nos faça ficar na moda. No final das contas, a forma como nos sentimos vai fazer a maior diferença.
É fato que, vestir-se bem vai fazer uma diferença incrível em nosso estado emocional. Mas é apenas um dos elementos. Se mesmo bem vestida a pessoa ainda se sente mal por dentro, é hora de começar a fazer um “bota fora” no armário mental e emocional, fazendo um “banho de loja”, trocando toda vestimenta interior, para que a alma então bem alinhada possa expressar todo o seu potencial.
Quer saber mais sobre o assunto? Deixe um comentário aqui no blog, mande um email, fale com a gente lá no facebook, mande sinal de fumaça, mensagem na garrafa, qualquer forma de comunicação é válida! kkkkkk
Forte abraço pras amiggas!

Uma Vida Repleta do que nos Faz Bem

O que te Faz Bem?

Nossos pensamentos são uma das fontes que temos na vida de onde surgem as coisas que compõe a nossa REALIDADE. O que é REAL na sua vida, sempre vai passar pela sua mente, você sempre vai PENSAR naquilo que considera ser uma realidade.

Sendo assim, você pode ESCOLHER em qual realidade viver, na medida em que escolhe em quais ideias pensar e quais ideias dispensar. Faz sentido pra você?

Algumas ideias nas quais pensamos tem o poder de elevar nosso emocional nos dando uma energia para ficarmos motivados e agindo em prol de nossa felicidade e Bem Estar, seja físico ou mental.

Outras ideias acabam nos abatendo e nos deixando mais tristes do que o que seria o suficiente para nos fazer reconhecer que precisamos mudar para melhorar. O que acontece quando num jardim acidentalmente sua mão esbarra num espinhal e no seu dedo a dor indica que há um espinho? A gente não procura uma forma de arrancar o espinho de onde ele causa ferida e dor? Algumas pessoas mesmo sentido dor física e emocional, continuam seguindo na vida como se não estivessem com um espinho encravado em seus corações. Essas pessoas nem sabem que existe um mal prejudicando suas vidas. É como se fosse um tipo de cegueira.

Algumas pessoas mantêm um padrão de pensamento cheio de ideias que sempre a colocam pra baixo e a fazem se sentir mal consigo mesmas. E isso acontece simplesmente porque essas pessoas ainda não atentaram que podem TROCAR alguns pensamentos por outros e assim começar a trilhar um novo caminho na vida, mais excelente e mais feliz!

Faça sua escolha hoje e perceba em quais pensamentos vai permanecer caminhando e quais vai abandonar hoje mesmo, agora mesmo.

Abraço pras amiggas!

 

Política – Você Faz?

Não precisa ser um homem político ou uma mulher política para fazer Política. Não é necessário ser vereador ou vereadora, prefeita ou prefeito, deputado ou deputada federal ou estadual, senadora ou senador, ministra ou ministro, presidente da república, para exercitar ações políticas.

Politica - EuGordinha

A Política é feita toda vez que algumas pessoas se reúnem para decidir o que pode ser feito para que haja um benefício em comum. Uma comparação bem simples, de como a Política funciona é quando um grupo de pessoas decide que vai fazer uma festa no sítio de um amigo em comum. Lá tem piscina, churrasqueira, um campo de futebol, alguns quartos. Vários amigos vão estar presentes no final de semana para se divertir e comemorar um aniversário.

Festa no sítio - EuGordinha

Quando o grupo decide que quer fazer a festa nesse lugar, o proprietário permite com certas condições: A integridade física do local deve ser mantida, a higiene dos cômodos, o estado do jardim e da piscina e tudo mais. Sendo assim o grupo se reúne e entre eles, escolhem quem vão ser os responsáveis para que a festa aconteça da melhor forma possível. Esses responsáveis vão ser os líderes de grupo. Qual é o objetivo da festa? O que vai ter nessa festa? O que vai ser feito? Quem vai fazer? Quantas pessoas vão participar? Por quantos dias? Quais tipos de alimentos e bebidas o grupo como um todo vai querer? Como vão se acomodar? Cada membro do grupo vai ser responsável por fazer que tipo de coisa e quando, de que modo? Quais resultados são os desejados pelo grupo? Como esses resultados podem ser alcançados? Quanto vai custar para fazer com que tudo aconteça? Quantos vão pagar qual quantia? As respostas para cada uma dessas perguntas pode determinar o que vai ser feito para que a festa aconteça.

políticos brasileiros - EuGordinha

A Política de uma nação deveria ser uma prática feita na “Polis”, na cidade, onde cada membro da sociedade, cidadão, fosse responsável pelo que vai ser feito em prol do bem comum. Agora no Brasil, uma mentalidade que existe e já faz muito tempo e está muito arraigada nas pessoas, é a de que os líderes escolhidos por meio do voto são os únicos responsáveis pelo sucesso ou insucesso da sociedade, nas ações que se aplicam para com a coletividade, seja por meio das leis estabelecidas (as regras do que deve ser feito ou não, as punições para quem não faz o que se determinou e etc), ou seja por meio de outras atitudes. Muitos brasileiros reclamam dos políticos mas não aplicam a Política em suas próprias vidas. Há quem briga nas redes sociais por causa de Política, mas não usa uma vassoura para limpar a calçada diante de sua própria casa, na rua onde mora. Por incrível que pareça, tem gente que joga lixo no chão pois tem a pobre mentalidade de pensar: “Pago meus impostos para que o pessoal da limpeza urbana limpe o que estou jogando aqui no chão”. Tem gente que pensa assim…

limpeza urbana - EuGordinha.jpg

Não seria mais sensato se cada um de nós resolvesse cuidar dos próprios problemas a fim de resolvê-los e percebesse que para isso, é necessário também cuidar de resolver os problemas dos outros que estão ao redor, pois tudo está interligado e interdependente? Essa rede na qual estamos inseridos, chamada sociedade, sobrevive quando uns ajudam os outros mesmo quando não se conhecem. Recentemente a classe de trabalhadores de transporte de carga, os caminhoneiros, fizeram greve nacional reinvidicando melhores condições de trabalho. Todas as pessoas do país sentiram de um jeito ou de outro os efeitos da falta que fez o trabalho de um determinado número de pessoas.

greve dos caminhoneiros - EuGordinha

Quando a Economia de um país vai mal, isso significa que uma grupo grande de pessoas por algum motivo decidiu que era melhor não comprar, não vender, não produzir e não movimentar os bens de consumo e o dinheiro que conquistaram. A falta de circulação dos bens, causa as crises econômicas, o que acaba atingindo todas as pessoas de um jeito ou de outro.

Crise economica no brasil - EuGordinha

Tendo em vista esses poucos exemplos que citei, qual seria a importância de nos envolvermos com a Política de alguma forma? Será que apenas o ato obrigatório de votar, num sistema chamado de democrático, onde teoricamente o poder é do povo… será que apenas votar é a atitude política que podemos ter?

Minha intenção com esse texto é trazer você à consciência de que também é responsável pelo seu próprio bem estar, pelo bem estar das pessoas que você ama e das pessoas que você nem conhece mas que fazem parte da comunidade onde você vive. Quem são os representantes dos seus interesses, das suas necessidades, dos seus direitos, que você vai escolher para atuar na Política da nação? Como você poderia contribuir para que o processo acontecesse objetivando o bem de todos? Seria muita utopia de minha parte pensar que é possível mudarmos a nossa vida com as respostas para essas questões? Eu não acho que seja utopia, não. Tem a ver mais com a sua e a minha vontade. Tem a ver com o que chamamos de vontade política.

Cabe a cada um de nós sermos responsáveis pelo país no qual a gente quer viver. 

 

Amar é como Semear

Amar é como um plantio, a gente semeia e sempre colhe, não necessariamente no mesmo lugar em que plantou. O amor é de uma amplidão tremenda, abrange todas as áreas de nossa vida e do Universo, por assim dizer. Me arrisco dizer que tudo o que se move pode ser afetado pela energia do amor. Tudo o que está vivo inclusive. Quanto mais nos damos conta dessa dimensão, mais crescemos por dentro, em nossa consciência e em nossa capacidade de atuação na vida. Melhor nos tornamos.

Agora, amar algumas pessoas e esperar que essas mesmas sejam gratas e reconheçam o que fizemos nos retribuindo, pode ser uma expectativa frustrada. Nem todo mundo que recebe algo de bom amadureceu ao ponto de retribuir, ou pelo menos ser grato.

A quem ama cabe amar na alegria de saber ser capaz de dar algo mesmo que não recebe de volta a mesma bondade. Semear amor sempre frutifica, mas nem sempre no mesmo campo onde se plantou.

Amar é Plantio - EuGordinha

Semeia sem cansar, pois no tempo certo, colherá.

 

Milagre

Podemos chamar de milagre tudo aquilo que a ciência ainda não tem registros em sua busca pela verdade.

Manga com Leite, Mata?

Achei essa imagem numa fanpage de humor…

Veja como são as coisas… durante muito tempo foi dito que chupar manga e tomar leite era mortal. Uma forma de se envenenar, querendo ou não! Já que estamos em setembro, mês no qual as autoridades de saúde, inclusive mental, estão em campanha contra o suicídio, contra a depressão, é bom que seja dito: Querer se matar é um desejo natural de quem não consegue mais ter prazer na vida e a dor se tornou insuportável. É algo compreensível, quando muito se sofre na vida e não se enxerga meios para eliminar o sofrimento. Quem tenta se matar na verdade tenta eliminar a dor que sente, pois esse tipo de dor que leva uma pessoa a desejar a morte é muito profunda. Caso você que está lendo esse texto esteja com tais pensamentos, busque ajuda médica, profissional. Dor emocional é tão importante quanto dor física, na hora de ser avaliado qual tratamento médico deve ser aplicado na busca pela saúde… leia até o fim pois o conteúdo desse texto também pode te ajudar! 🙂

Como eu dizia no começo, muitas pessoas ainda acreditam que manga com leite é uma combinação mortal para o organismo. O que essas pessoas não sabem é que essa suposta verdade foi inventada pelos portugueses nos idos tempos do Brasil colônia. A natureza era muito mais rica na produção das mangas, nos locais onde os portugueses tinham suas fazendas e exploravam o trabalho escravo dos afrodescendentes. Para evitar que esses mesmos escravos entrassem nas cozinhas e roubassem o leite, que era um alimento destinado apenas para elite de então, foi dito aos negros que tomar leite e comer manga era veneno. Sendo a manga um alimento praticamente gratuito nas fazendas e o leite, resultado de um trabalho com o gado.

Desde então essa verdade inventada foi passando de geração em geração até chegar nos dias de hoje. Ainda hoje há quem tenha medo de comer manga e depois beber leite, ou mesmo fazer a mistura por meio de uma vitamina. Mas agora que você já sabe a verdade, pode decidir se prova ou não, dessa combinação de dois alimentos que não são venenosos (pelo menos para a maioria das pessoas… se levarmos em consideração os alérgicos ao leite ou a manga).

Essa questão da ‘Manga com Leite é veneno’, me fez pensar que, há muitas outras verdades inventadas nas quais as pessoas acreditam e por conta dessas crenças acabam por não vivendo uma vida plena. A tal depressão da qual falei logo no começo do texto, pode ser resultado de uma porção de pensamentos que a pessoa foi acumulando, criando verdades distorcidas, as quais acabaram por levar a pessoa ao que chamamos de fundo do poço.

Eu usei o termo verdade inventada, pois é bem conveniente, ao invés de dizer logo de cara que é uma mentira. Você sabe o quanto é ofensivo chegar pra uma pessoa e dizer que a verdade na qual ela acredita é uma mentira? É muito delicado. A gente não gosta de se sentir enganado. Frustração, raiva, tristeza, normalmente são essas emoções negativas que incomodam uma pessoa que foi enganada.

E se boa parte das verdades nas quais você acredita não passassem de verdades inventadas? O que você faria? Como o assunto pode ser longo vou tratar dele noutro momento.

O que podemos fazer agora é aproveitar o sabor da manga com leite se assim quisermos, sem o medo de que a nossa vida seja abreviada.

Beijo pras amiggas!

Você Sabe o que é Discurso de Ódio?

Discurso de Ódio

É quando uma pessoa (ou um grupo de pessoas) incentiva a violência ou o ódio, promove ou incita a que se rejeite ou menospreze outra pessoa ou grupo de pessoas, por alguma característica que geralmente não é o que o padrão diz ser aceitável. Padrão esse que aceita ou não alguma coisa, de acordo com conveniências que podem mudar ao longo dos anos, como a História nos mostra.

O discurso de ódio desumanina indivíduos por causa da raça, etnia, nacionalidade, religião, sexo, identidade de gênero, idade, status social, orientação sexual, deficiência ou doença…

Quem pratica o ‘discurso de ódio’ ainda não amadureceu o suficiente para compreender que a sua própria vida está inserida num emaranhado onde TODOS somos colaboradores para que a vida aconteça – e os amadurecidos desejam que a vida aconteça o melhor possível.

‘O discurso de ódio’ é resultado de um coração que em algum momento foi ferido de tal forma que a ferida não tratada apodreceu. As palavras de ofensa e os xingamentos são o cheiro da podridão que há na alma dessa pessoa. Ou seja, é um tipo de doença da alma. Mas ainda há Esperança! Existe cura pra isso, ainda bem!

Da mesma forma que algumas pessoas se organizam, recrutam e radicalizam com uma eficiência terrível, inclusive usando os meios virtuais para fazer isso; creio que podemos também nos ORGANIZAR, RECRUTAR e RADICALIZAR promovendo um “Discurso de Amor”. Parece piegas pra ti? Então pode ser que algo esteja fora do lugar dentro de ti.

Num mundo onde há tantos que se deixam levar pelas ondas da moda, que influenciam as pessoas para que sintam e pensam no piloto automático, fazendo o que é da vontade de uns poucos ao invés de viver sua plena liberdade, eu te convido a agir por conta própria decidindo ser uma das pessoas que ao invés de engrossar o caldo do discurso de ódio, seja uma pessoa que passe a discursar o amor.

Todo mundo tem dentro de si nem que seja uma gota de amor.

O oceano é a soma de muitas gotas.

Se você concorda com esse movimento, pode usar a hashtag: #DiscursoDeAmor e por meio dela começar a compartilhar conteúdos que tornem as pessoas mais felizes pelo simples fato de existir.

Eu começo meu “Discurso De Amor” agora! Você também pode começar o seu.

Compartilhe essa mensagem nas suas redes sociais se você também quer que o mundo se levante num movimento de amor.

Recomeços

Recomeços - EuGordinhaFaz uns anos eu comecei com esse blog e meu intuito era estar conversando com as meninas gordinhas no mundo virtual, tal qual conversava com as minhas amigas mais próximas que me incentivaram a falar com mais pessoas o que a gente já acontecia no particular.

Naqueles tempos não se falava tanto em Gordofobia, não haviam movimentos ativistas em prol das mulheres gordinhas para que se empoderassem como acontece hoje em dia. Aos poucos o movimento plussize foi tomando forma na moda, na mídia, na cabeça de muita gente que não enxergava a mulher gorda como ela de fato é. Pra falar a verdade, ainda há muita gente que não enxerga a mulher gorda como sendo uma mulher, uma pessoa, um ser humano e vivo como tantos outros que existem. Tem vez que nem a própria mulher se enxerga como deveria.

Ser gorda ou ser magra, se mulher, ser humano, ser menina, jovem, idosa, ser pessoa. Por qual motivo será que o SER em si carrega tanta complexidade? Por qual motivo será que EXISTIR em alguns momentos parece ser algo tão difícil?

As respostas para essas e outras perguntas me motivam a sempre estar buscando os melhores caminhos para a vida. Alguém já disse com muita propriedade que:

“A vida é simples, somos nós quem a complicamos”.

Faz sentido pra mim. Muitas vezes é isso mesmo.

Viver pode ser simples e fácil, assim como pode ser complexo e difícil. Vai depender muito de nós mesmos, da forma como vamos perceber e encarar as coisas que acontecem dentro e fora de nós.

Se antes a minha intenção era conversar com as meninas como fazia com as minhas amigas, proporcionar um outro ponto de vista mais positivo sobre a vida, hoje a intenção mudou. Quero encorajar a todas as mulheres gg, que tomem o posicionamento de serem livres para existir, pois uma das melhores experiências na vida é sentir-se livre para ser quem queremos ser.

Retomo a escrita aqui no blog e a atuação nas redes sociais, com intuito de compartilhar conteúdo que fortaleça quem podemos ser de dentro pra fora. Hoje eu sei que dentro de nós há muito mais do que potencial de vida, há potencial de realização e de felicidade. Mas esse potencial não se transformará no Bem que possa nos trazer, simplesmente estando lá, quietinho dentro de nós. Precisamos pegar a semente e plantar na terra se quisermos ver o broto, as folhas, flores, frutos. Se quisermos ser felizes nessa única vida que temos, teremos de agir para que essa felicidade aconteça. A vida por si só já é um milagre que acontece, mas nem todos nós reconhecemos isso ao ponto de desfrutar.

Forte abraços para todas as amiggas!

Domingo de Tarde

Domingo muitas vezes é um dia misturinha de coisas boas e outras coisas muito tediosas… Sabe quando vai se acabando a tarde e fica uma sensação de ressaca, mesmo quando nenhuma gota de álcool desceu pela garganta? O clássico tédio de domingo. Sintoma de que a segunda-feira, que está logo ali na esquina do dia, vai trazer uma porção de coisas rotineiras que já não empolgam mais como aconteceu um dia. Sinal de que algo na vida precisa mudar. Mas o que seria? Falei ainda a pouco sobre a sensação de ressaca… Antes eu estivesse bêbado para escrever o desabafo que vem a seguir…

Algumas pessoas têm medo da mudança de uma tal forma, que se tornam reféns de uma rotina que é tão pesada e desgostosa, quanto o medo da mudança. Noutro dia ouvi uma amiga dizendo que seria bom se eu aprendesse logo a diferença entre as coisas que poderia escolher, não apenas entre o que era bom e ruim, mas entre o que era bom e o que era melhor. E que eu escolhesse o melhor. Pois eu não poderia ficar encima do muro, com medo de mudar.

A vida que é uma só, é cheia de escolhas a serem feitas. Podemos escolher entre as muitas opções, aquela que melhor nos satisfaça. Não fazer escolha nenhuma é um tipo de escolha, mas posso garantir que os resultados de não escolher não são dos bons. Algumas decisões parecem assustadoras enquanto não são tomadas. Não decidir coisa alguma pode ser pior do que escolher qualquer coisa. Mas quanto tempo leva para aprendermos que viver tem esse risco, e ainda assim agir no sentido de viver? Muitos de nós vive pela metade pois tem medo de que a vida se torne completa e depois não saibamos o que fazer. Um medo de um futuro que nunca foi vivido. Presumimos que seja de um jeito ou de outro e tememos não saber agir diante da novidade. Momentos assim requerem de nós uma pausa, um respirar fundo e uma tomada de decisão.

Eu sei que você tem uma decisão pra tomar e tem adiado isso faz uns dias. Age com a coragem que tem coração pede. E se a paz não sair de dentro de você, siga adiante. Por mais que seja dolorido. Mais adiante a maturidade vai florescer como um novo dia, e na claridade dos fatos, ficará evidente que você tomou a melhor decisão.

Ser ou Não Ser – Escolha ou Imposição?

As gordinhas lindas na ilustração são arte do Edull

Quem você é hoje é resultado da sua vontade ou da vontade de outras pessoas?

Quando no geral nos perguntam quem somos, costumamos responder nosso nome e logo em seguida vem a profissão, ou o que fazemos. Como se o nome e as nossas ações fossem suficientes para nos definir. Pois bem, digo que não é, pois somos muito mais do que as nossas ações e os nomes que escolheram pra nós.

Quantas vezes a gente age no impulso e logo se arrepende procurando reaver nossas atitudes e tomando um outro rumo na vida? Aí de nós se fôssemos apenas o que fazemos. Mas enfim, o caso é que, a nossa real identidade não se restringe ao nome, profissão, aparência… Quem de fato somos está muito ligado a um somatório de muitas características que são exclusivamente nossas, um jeito de ser que no mundo só quem tem somos nós. A nossa vontade também tem a ver com quem somos, nossas intenções. O quanto que valorizamos essa particularidade?

Há quem valorize muito pouco, inclusive chega ao ponto de ir na onda de toda moda que surge sem se questionar se de fato gosta ou se está aderindo apenas para ganhar mais elogios e likes e ser aceito por um grupo de pessoas que pode dar um senso de aprovação e bem estar. Estou dizendo que não devemos andar na moda? Não. Não to dizendo isso. Estou dizendo que não precisamos ser “maria vai com as outras“? Sim, estou falando que podemos ser individuais e mesmo assim amáveis, aceitáveis, gostáveis e únicos enquanto seres humanos. Não há nada de errado com isso. Algumas pessoas têm medo de assumir a própria identidade, pois é natural sermos autênticos na vida e no mundo e uma grande massa de pessoas que não tem a própria identidade definida vir com paus e pedras querendo nos demover da nossa condição de exclusividade. Acontece que chegar ao ponto de sermos quem somos é libertador e não há dinheiro no mundo que pague pela paz de saber que somos amados pelo que somos e não pelo esforço que poderíamos fazer para ser aceitos.

Se você já descobriu o quão libertador é ser quem você é de verdade, compartilhe essa ideia com outras pessoas e contribua para um mundo mais livre e feilz!

Cada Semente Tem Seu Fruto

Cada semente tem o seu devido fruto. Ainda que pro fruto possamos entender “resultado”, ainda que seja apenas uma planta em si, com sua folhagem, com ou sem flores tão visíveis e vistosas… enfim. Cada semente guarda dentro de si o projeto de algo por vir, se for devidamente plantada e cultivada. Algumas ideias podem ser plantadas no pensamento, cultivadas na mente ao longo de um tempo e podem dar frutos nas emoções e vontades, de modo que as nossas atitudes venham acabar espelhando por fora o que está sendo produzido dentro de quem somos. Já parou pra pensar em quais tipos de sementes andam sendo plantadas dentro de ti? Foram sementes que você mesma escolheu ou lhe deram sem perguntar por sua vontade? Quais tipos de frutos você quer estar colhendo e desfrutando? Quais frutos não quer nem mais provar o sabor e até mesmo não vê-los mais em seu interior?

 

Qual Sonho Vamos Realizar Hoje?

Dormiu e acordou? Perfeito… Qual sonho vai realizar hoje?
A maioria de nós, por motivos culturais, não tem o hábito, nem aprendizagem de PLANEJAMENTO. Coisa que até mesmo uma semente por menor que seja, já sabe, nós humanos muitas vezes precisamos aprender como se faz. Precisamos decidir o que a gente quer da vida e ir lá e calcular os custos, prever as atividades que terão de ser feitas por quanto tempo até que apareçam os resultados desejados, os quais, somados, resultem no desejo realizado. Felicidade, é algo que pode acontecer mas também pode ser feita de propósito. Podemos ser felizes de propósito, com um propósito. Podemos planejar quando vamos ser felizes no futuro e inclusive hoje. Podemos ser felizes hoje, decidindo fazer algo que nos faça bem, que faça bem a quem amamos… Enfim. Realizar um sonho não é tão difícil como alguns fazem parecer.

“Acredite em seus sonhos”

O que Fazer Diante do Leite Derramado?

“A Menina do Leite”

fábula de La Fontaine

 

A menina caminhava cheia de contentamento, pois era a primeira vez que iria à cidade, para vender o leite de sua vaquinha.

Colocou sua melhor roupa e partiu pela estrada equilibrando a lata de leite na cabeça.

Enquanto caminhava, a menina começou a fazer planos entusiasmados para ganhar dinheiro:

Vou vender o leite e comprar ovos, uma dúzia. Depois, ponho a galinha a chocar os ovos e ganho uma dúzia de pintinhos, que logo eles crescerão e terei bonitos galos e belas galinhas. Venderei os galos e fico com as galinhas, porque são ótimas para pôr ovos. Outra vez ponho os ovos para chocar e terei mais galos e galinhas. Venderei tudo e compro uma cabrita e algumas porcas. Se cada porca me der três leitõezinhos, vendo dois, fico com um e …

A menina estava tão distraída com seus pensamentos, que tropeçou numa pedra, perdeu o equilíbrio e levou um tombo inevitável. Todo o leite foi derramado no chão, para desolação da sonhadora.

E os ovos, os pintinhos, os galos, as galinhas, os cabritos, as porcas e os leitõezinhos foram pelos ares…

Moral da história: Não se deve contar com uma coisa antes de conseguí-la.

Ok. Quem é que define a moral de uma história? Não sei. Só sei que na maioria das vezes não gosto muito da definição fechada que me apresentam. Uma história que traga alguma lição não tem apenas uma moral, uma interpretação possível, uma lição. Uma história pode conter milhares de pontos de vista, milhares de interpretações. Sendo assim, quero tirar algumas lições úteis sobre O que fazer Diante do Leite Derramado.

Uma delas:

A Importância do Planejamento

A menina estava contando que daquela porção de leite inicial, ela conseguiria uma certa quantia de dinheiro e com o mesmo investiria na compra de uma galinha que depois daria continuidade a uma série de outros investimentos com os quais ela poderia satisfazer suas vontades.

E daí que o leite caiu e foi derramado? O leite em si não era o mais importante. O importante era o planejamento que a menina tinha do que fazer mais adiante. Na maioria das vezes, as pessoas vivem e poucos planos fazem em relação ao futuro. A menina, ainda que tenha perdido o leite já tinha consigo algo a seu favor: Uma noção de futuro. Ela sabia onde queria chegar. Eis uma vitória!

Em breve compartilho as demais lições.