Ser ou Não Ser – Escolha ou Imposição?

As gordinhas lindas na ilustração são arte do Edull

Quem você é hoje é resultado da sua vontade ou da vontade de outras pessoas?

Quando no geral nos perguntam quem somos, costumamos responder nosso nome e logo em seguida vem a profissão, ou o que fazemos. Como se o nome e as nossas ações fossem suficientes para nos definir. Pois bem, digo que não é, pois somos muito mais do que as nossas ações e os nomes que escolheram pra nós.

Quantas vezes a gente age no impulso e logo se arrepende procurando reaver nossas atitudes e tomando um outro rumo na vida? Aí de nós se fôssemos apenas o que fazemos. Mas enfim, o caso é que, a nossa real identidade não se restringe ao nome, profissão, aparência… Quem de fato somos está muito ligado a um somatório de muitas características que são exclusivamente nossas, um jeito de ser que no mundo só quem tem somos nós. A nossa vontade também tem a ver com quem somos, nossas intenções. O quanto que valorizamos essa particularidade?

Há quem valorize muito pouco, inclusive chega ao ponto de ir na onda de toda moda que surge sem se questionar se de fato gosta ou se está aderindo apenas para ganhar mais elogios e likes e ser aceito por um grupo de pessoas que pode dar um senso de aprovação e bem estar. Estou dizendo que não devemos andar na moda? Não. Não to dizendo isso. Estou dizendo que não precisamos ser “maria vai com as outras“? Sim, estou falando que podemos ser individuais e mesmo assim amáveis, aceitáveis, gostáveis e únicos enquanto seres humanos. Não há nada de errado com isso. Algumas pessoas têm medo de assumir a própria identidade, pois é natural sermos autênticos na vida e no mundo e uma grande massa de pessoas que não tem a própria identidade definida vir com paus e pedras querendo nos demover da nossa condição de exclusividade. Acontece que chegar ao ponto de sermos quem somos é libertador e não há dinheiro no mundo que pague pela paz de saber que somos amados pelo que somos e não pelo esforço que poderíamos fazer para ser aceitos.

Se você já descobriu o quão libertador é ser quem você é de verdade, compartilhe essa ideia com outras pessoas e contribua para um mundo mais livre e feilz!

Edull

Edull - EuGordinhaEdull é um artista despojado em sua Arte gráfica, ousado na medida que se propõe a desenhas o mundo Plus com graça e desenvoltura. Tão bom quando vemos Arte e beleza no que os padrões normalmente dizem o contrário. Outro dia eu vi um desenho bonito e não demorou muito pra que eu descobrisse a page desse nordestino que está mandando ver nas suas Artes.

1 – Recentemente me deparei com umas imagens de gordinhas em caricaturas e invenções muito gostosas pela internet e finalmente em sua page no facebook. De onde surgiu a inspiração?

Todo artista é um observador, e através da arte apresenta a sua visão de mundo. A beleza feminina sempre foi uma fonte de inspiração, desde a pré-história. Então eu apresento essa beleza para que conheçam a minha visão.

Kill Bill - EuGordinha

2 – Quais são os teus artistas gráficos favoritos?

Les Toil é o mestre. Um ótimo ilustrador que representa as gordinhas perfeitamente. Assim como Ruben Esq.

Michonne TWD e Gordinha - EuGordinha

Michonne versão fat

3 – Quando você está desenhando as meninas plus, o que te passa pela cabeça? Pensa por exemplo, nos efeitos que a sua Arte pode ter na vida delas?

Sim, o meu objetivo é passar a mensagem que de ser gordinha não a impede de ser bela. Você, gordinha, se acha meu desenho bonito, quer dizer que você também é. Use isso a seu favor.

Figuras Vitruvianas - EuGordinha

4 – Como a gente faz se quiser alguma de suas obras originais?

É só entrar em contato comigo pelo facebook, para encomendar a sua ilustração exclusiva, ou até uma que eu já tenha postado e você gostou.
O preço depende da complexidade e do objetivo. Aí a gente negocia

Também tem a loja virtual com alguns produtos:
http://www.zazzle.com.br/edullsantos

Edull Mulher Maravilha - EuGordinha