Já Percebeu Como Pode ser Difícil Mudar de Vida?

Quando você desperta para começar um novo dia, o que te empurra a seguir adiante? O que te motiva a fazer algo ou deixar pra depois ou nem isso, deixar de fazer e ir vivendo, fazendo uma outra coisa? O que move a sua energia dentro de você, na sua alma e no seu corpo, no seu espírito?

Basicamente o ser humano é motivado a agir em busca do prazer ou fugindo da dor. Na história que a monja Coen conta no vídeo abaixo, vemos o exemplo de 4 cavalos. Cada um deles resolvia agir diante de uma determinada circunstância da vida. Cada um de nós pode ser comparado com um tipo desses cavalos. Com qual deles você se identifica?

Sede

trecho de conversa ouvida:

– Então… preciso lhe contar algo… estou me sentindo um tanto carente… na verdade, muito carente de Deus. Estou com “saudades” de Deus. Eu relaxei na leitura dos Salmos que estava lendo diariamente e nas orações, que estavam sendo pontuais… tenho sentido NECESSIDADE de estar mais perto dEle e mudar as coisas nesse sentido só depende mesmo de mim rsrs

 – Pois é, tenho que confessar que esta saudade chegou também a meu coração. Mas tenho em mim a certeza que o amor de DEUS tem me acompanhado

 – É verdade. O amor dEle acompanha sempre… é como o ar que a gente respira mesmo sem perceber.

Guerras Santas

Ultimamente tenho estado em revolta silenciosa diante da guerra travada nos corações pelo poder de SER o que se considera certo às custas do julgamento alheio. Muitos pretensos religiosos tratando com desprezo os que não concordam com suas ideias. Isso não é novidade alguma, infelizmente. Acho que agora me têm doído mais por motivos pessoais.

A tal religião deveria ser, como no significado da palavra, um religar-se à divindade, seja o Deus monoteísta dos Cristãos, muçulmanos e judeus; ou as outras divindades de quaisquer cultos pelo mundo afora, dentro de sua própria cultura. Acontece que algumas pessoas usam de suas religiões para promover a divisão das relações humanas de maneira preconceituosa e prejudicial. Todos temos de aprender algo com o outro, mesmo que não concordemos com seus valores. Não somos TODO PERFEITOS, carecemos da perfeição que foi depositada em porções dentro de cada ser vivo que existe – em nosso caso específico nesse texto aqui, o ser HUMANO.

Cabe a cada um pensar o quanto que a sua religião pode estar sendo prejudicial ao seu desenvolvimento humano como pessoa, ser social. Não sou obrigado a crer no que me dizem ser a verdade. Ninguém é obrigado a crer em minha verdade. A verdade por si só se afirma. Creiam nela os sensatos, sofram suas consequências os que a ignoram. Mas que se evite a guerra de ideias que mais promove DESAMOR do que qualquer outra coisa.