Qual Sonho Vamos Realizar Hoje?

Dormiu e acordou? Perfeito… Qual sonho vai realizar hoje?
A maioria de nós, por motivos culturais, não tem o hábito, nem aprendizagem de PLANEJAMENTO. Coisa que até mesmo uma semente por menor que seja, já sabe, nós humanos muitas vezes precisamos aprender como se faz. Precisamos decidir o que a gente quer da vida e ir lá e calcular os custos, prever as atividades que terão de ser feitas por quanto tempo até que apareçam os resultados desejados, os quais, somados, resultem no desejo realizado. Felicidade, é algo que pode acontecer mas também pode ser feita de propósito. Podemos ser felizes de propósito, com um propósito. Podemos planejar quando vamos ser felizes no futuro e inclusive hoje. Podemos ser felizes hoje, decidindo fazer algo que nos faça bem, que faça bem a quem amamos… Enfim. Realizar um sonho não é tão difícil como alguns fazem parecer.

“Acredite em seus sonhos”

Da Felicidade de Hoje

não se preocupe

Logo assim que a gente nasce o nosso corpo tem um limite de tempo para estar vivo, é como se fosse um prazo de validade. Por mais que cuidemos de nossa saúde bem, faz parte da vida ter um limite assim, delicado dentro do qual procuramos viver o melhor possível.

Já que é assim, cada dia que passa é um tempo que vai e não volta mais. O que fazer de um dia inteiro com as suas horas? Muitas vezes queremos viver uma alegria que supomos estar num futuro breve ou distante… mas na maioria das vezes nem percebemos que o futuro ainda não existe a não ser em nossa imaginação.

A única coisa que temos palpável realmente é o hoje. O dia de hoje, o já, o agora. Há porções de felicidade espalhadas por onde quer que andemos. Mesmo no meio das dores e dificuldades que temos de enfrentar também todos os dias. Podemos por na balança o que nos acontece de bom e de ruim, e principalmente o que fazemos para o nosso dia ser bom ou não… (infelizmente às vezes nós contribuímos para nossa própria infelicidade… nada que uma boa aprendizagem nos corrija a rota e nos deixe felizes).

É bom viver o hoje no melhor que ele tiver, mesmo que tenhamos fome de ser feliz não só por hoje mas por toda a vida.

Normal é não ser Normal

fazer coração com a mão

fazer coração com a mão

Amanheceu um dia desses gostosos onde a gente ouve uma risada e instintivamente quer saber o motivo dela. Perguntei a minha mamis qual tinha sido a piada e ela veio me dizendo que está rindo por achar engraçado o como as crianças são livres. Quando pequenas, podem brincar sozinhas, falando consigo mesmas, enquanto movem seus brinquedos pra cá e pra lá, enquanto correm pelo quintal, na pracinha, em todo canto. Ser criança nos dá a liberdade de inventar sons com a boca, fazendo bico, tentar imitar o som dos bichos e outras coisas. Ou seja, há uma tremenda liberdade criativa e expressiva no ser criança. Com o passar dos anos a gente começa a se fechar em regrinhas do que seja socialmente aceitável, “correto”, digno de confiança… Nisso, muitas vezes ficamos tolhidos a um comportamento calculado, limitado, sem a alegria da espontaneidade, do tentar ser feliz com a simplicidade da vida.
Parei pra pensar no que ela dizia. Na verdade eu mais ri com ela do que fiquei pensando, o pensamento foi rápido e certeiro. Ficamos rindo de besteiras depois. Fiquei lembrando que os meus momentos mais felizes não foram os normais, aqueles criados por normas, mas sim os que foram feitos daquela mesma essência da infância. Uma felicidade que não é normal, nem normalizada, mas livre.

Primeiro dia do Ano

Primeiro Dia EuGordinha Blog

Normalmente o dia já começa meio que cheio dos exageros da noite anterior. Sejam exageros gastronômicos, emocionais, físicos. Então é preciso por algumas coisas em ordem.

Sendo o primeiro dia do ano, quais seriam as resoluções tomadas nos últimos dias e que precisam de um pouco de disciplina pra serem aplicadas? Será que hoje vai ser o dia de colocarmos em prática? Ou vamos deixar pra amanhã, quando os nossos corpos estiverem mais aliviados?

To vendo que nesse ano que se inicia vou ter de por mais força na realização de algumas vontades. A cada dia que passa percebo que a vida acontece quando a gente se permite acontecer. Tenho visto muitas pessoas esperando que as suas vidas aconteçam como acontecem os dias de chuva, os dias de sol. Convenhamos que as pessoas que realizaram grandes coisas não ficaram esperando que elas acontecessem. E quando eu digo grandes coisas, pode ter sido simplesmente criar um filho (as mamães leitoras que me perdoem pois eu sei que não é nada fácil cuidar dos pequenos). A questão de hoje, pelo menos pra mim é a seguinte:

Faça acontecer pois senão pode nunca acontecer coisa alguma.

Com um pouco de cuidado e ousadia eu creio que tudo vai dar certo. Feliz começo de mês, começo de ano, começo de nova vida pra quem assim quiser.

O Aquário Nosso

 

“Ninguém é uma ilha”

(John Donne – 1572-1631)

Todos nós já nascemos dentro de um aquário e ansiamos o mar. Temos fome de liberdades mais amplas, sejam internas ou externas. As internas, muitas das vezes nem percebemos, mas como são importantes! 🙂

Nascemos inseridos dentro de um ambiente o qual tendo nos proposto ou imposto modos de pensar, acabou por nos influenciar tremendamente no que aceitamos ou nos sentimos coagidos a aceitar, nas suas ideias, jeito de fazer as coisas, enfim… na sua cultura.

Essa tal cultura muda com o passar dos tempos, muda com a variação dos interesses econômicos e etc. A nossa cultura diz que isso ou aquilo é belo e o normal é que a maioria aceite sem questionar. Se num grupo de 10 pessoas 8 dizem que algo é bonito, porque as outras 2 não aceitariam fácil? Alguém pode argumentar comigo que as outras duas TEM DE TER PERSONALIDADE, TEM DE SER QUEM SÃO REALMENTE!!! hahaha, muito fácil dizer isso quando você não é uma das 2 pessoas que está fora do grupo que aceita as coisas.

Somos peixes dentro de um aquário que só varia de tamanho, sendo ele qual aquário for: família – escola – igreja – trabalho – amigos virtuais… No final não conseguimos viver 100% sozinhos e sempre vamos buscar por algum tipo de aquário. Ainda que o nosso objetivo maior seja alcançar o mar.

Proponho que busquemos satisfazer o anseio do mar interior que pode haver dentro de nós. Eu sei que podemos ser felizes um pouco mais por dentro, independente do que digam. Mas se essa tal felicidade não for a nossa e for a imposta eu não sei até que ponto isso pode comprometer a nossa paz interior. Se a paz por acaso for embora, se ela não conviver muito bem com a alegria de estarmos vivos, então eu proponho que REAVALIEMOS o nosso pensamento.

Como Tirar Vantagem das Adversidades

Ser Carvão ou Diamante – por Leonardo Ladislau

Qual a diferença entre um diamante e um carvão? Ambos são feitos do mesmo elemento químico mas cada qual passou por um processo diferente na vida. Da mesma forma o que faz de nós vitoriosos ou fracassados, valiosos ou não é a atitude que tomamos diante das adversidades. Sei que a palavra fracassado pode ser pesada demais, acontece que ela não pode ser evitada. Quando eu digo fracasso, não estou me referindo aos planos que criaram pra nós, e nos obrigaram a cumprir sob pena de não sermos felizes se não os realizarmos. Ser bem sucedido não precisa necessariamente ser o que querem que sejamos. Estou entendendo que o fracasso seja quando falhamos em estar bem com a gente mesmo, alcançando o que nos faça feliz sem o prejuízo pessoal e alheio. E se for pra olhar desse modo, todos somos um pouquinho fracassados ainda pois nem todos nós alcançamos a felicidade por completo. Sendo assim, a vida seria uma luta constante contra as adversidades que nos impedem de ser feliz. Cada dia uma oportunidade de lutar pra mudar as coisas. Essa tal felicidade seria muito mais a interior do que a que todos enxergam por fora. Sabe quando a gente fica satisfeito com a gente mesmo por estar dando o nosso melhor e já não ser mais o que era antes? Não precisa ser 100% perfeito, mas é necessário estar caminhando rumo ao alvo. É dessa felicidade que estou falando. Todos temos a capacidade de mudar em meio as circunstâncias. Todos temos a capacidade de ter novos pensamentos ao invés dos de sempre que não têm nos levado a uma satisfação com a gente mesmo. Todos podemos mudar, bastando pra isso QUERER. O QUERER fará de nós um pedaço de carvão ou uma peça de diamante.

Citando outra fonte:

Carvão e diamante são substâncias que têm a mesma composição, mas valores extremamente diferentes. Imagine só fazer joias usando carvão ou acender uma lareira colocando diamantes para queimar, não seria absurdo?

Na verdade, a semelhança entre diamante e carvão limita-se apenas ao fato de que o carvão é um mineral rico em carbono e os diamantes também são feitos de carbono.
E por que o diamante possui valor tão alto, ao contrário do carvão, que é simplesmente queimado?

Vejamos as diferenças no processo de formação:

Os diamantes são obtidos sob altíssimas pressões a partir do magma presente no interior da Terra (bem abaixo da crosta). Foram necessários vários séculos para que camadas de magma fossem sendo depositadas umas sobre as outras, acarretando em forte pressão. O magma foi sendo comprimido até se petrificar. O resultado você já sabe, diamantes belos, duráveis e muito valiosos.

Já o carvão surge de um processo bem mais simplificado e acessível, ele é obtido a partir da decomposição de folhas, vegetação e árvores. O local escolhido é embaixo da terra, onde as temperaturas se elevam em relativa pressão. O carvão é formado a partir das mudanças físicas e químicas propícias a essas condições, num tempo bem inferior ao que origina o diamante.

Portanto, não seria possível ambas substâncias possuírem o mesmo valor comercial, uma vez que o tempo de formação se difere nos dois processos.

Por Líria Alves
Graduada em Química

Via BrasilEscola.com

Nosso Exato Ser

Cada qual que nasce, tem uma missão a cumprir. Eu creio assim pois tenho visto isso na vida de várias pessoas. E quer saber um quase segredo? Só é feliz quem vive o plano original para o qual nasceu. Esse plano pode ter vários nomes: propósito, vontade de Deus, destino, lenda pessoal, objetivo de vida… Mas a gente tem de descobrir qual é – como realizá-lo, e vivê-lo.

Quanta bobagem uma pessoa só pode dizer?

Quanta bobagem uma pessoa só pode dizer???

“Eu não engulo a afirmativa: “sou gordinha e sou feliz”. Não sou por causa da estética, mas não acredito que uma pessoa “doente”, pois obesidade é doença, sinta-se feliz em estar doente.”
“Nunca fui e jamais serei a favor dessa falsa auto aceitação que pregam por aí. Temos que nos amar sim, amar tanto a ponto de sermos capazes de lutar contra essa doença silenciosa que nos deforma não só esteticamente, mas que debilita nossa saúde e que também maltrata nosso bem estar emocional.” (Determinado blog que não vou nem citar)

Essa pessoa é tão confusa que não consegue ter coerência no que diz. Primeiro diz que não é pela estética que está lutando contra a obesidade, depois diz que “deforma” o corpo.
Olha meu bem, sinto lhe informar, mas nossos corpos não tem nada de deformados, minha saúde não está debilitada e meu emocional nunca esteve tão bem!

Você não estava feliz com você, foi lá, lutou, batalhou, se reeducou e agora está ficando feliz… LINDO!!! A palavra da vez é essa gatinha, FELICIDADE!!!

Fale por você e não pelos outros! Eu falo por mim! Tenho 130 kg, 1,72 de altura, manequim 54 e um ego infinito! Exames perfeitos, melhores que de muita magrinha por ai… Sou gordinha não… SOU GORDA! OBESA! Pelo cálculo do IMC, MÓRBIDA… Mas sabe, eu também sou morbidamente FELIZ com o meu corpo! Gorda e feliz! E é isso que assusta pessoas como você que não conseguiram ser felizes como são!
Trabalho, estudo, saio, namoro, transo, como, bebo, me visto bem… Faço tudo que qualquer pessoa faz!

Michelle Gomes

Não te julgo! Cada um tem que buscar a sua verdade e ser feliz através dela… E essa é a MINHA VERDADE! E de tantas outras que, como eu, aprenderam a amar seu corpo como ele é sem precisar mudar nadinha! Aprenderam tratá-lo como um templo de amor e respeito e adorá-lo como tal.
Por favor, não me venha com esse discurso que só é feliz quem é magro!
Já está bem démodé!

Libertando-se

Ontem eu li que o analfabeto de hoje em dia não é quem não sabe ler, mas que não sabe “aprender, desaprender e reaprender” as coisas. Nessa canção do Djavan, uma série de conselhos são passados a um jovem. Cada um pegue o que lhe for útil e vamos viver que a vida urge.


A Carta
Djavan

Não vá levar tudo tão a sério
Sentindo que dá, deixa correr
Se souber confiar no seu critério
Nada a temer
Não vá levar tudo tão na boa
Brigue para obter o melhor
Se errar por amor Deus abençoa
Seja você

No que sua crença vacilou
A flor da dúvida se abriu
Vou ler a carta que o Biel mandou
Pra você, lá do Brasil:

“Eles me disseram tanta asneira, disseram só besteira
Feito todo mundo diz.
Eles me disseram que a coleira e um prato de ração
Era tudo o que um cão sempre quis
Eles me trouxeram a ratoeira com um queijo de primeira
Que me, que me pegou pelo nariz
Me deram uma gaiola como casa, amarraram minhas asas
E disseram para eu ser feliz

Mas como eu posso ser feliz num poleiro?
Como eu posso ser feliz sem pular ?
Mas como eu posso ser feliz num viveiro,
Se ninguém pode ser feliz sem voar?

Ah, segurei o meu pranto para transformar em canto
E para meu espanto minha voz desfez os nós
Que me apertavam tanto
E já sem a corda no pescoço, sem as grades na janela
E sem o peso das algemas na mão
Eu encontrei a chave dessa cela
Devorei o meu problema e engoli a solução
Ah, se todo o mundo pudesse saber
Como é fácil viver fora dessa prisão
E descobrisse que a tristeza tem fim
E a felicidade pode ser simples como um aperto de mão
Entendeu?

É esse o vírus que eu sugiro que você contraia
Na procura pela cura da loucura,
Quem tiver cabeça dura vai morrer na praia.”

Minha Vida

“Quero da Vida, o que possa ser meu…. Nada além!!! E acredito que posso ter muita coisa, mas somente o que realmente me for necessárrio”

(Vanessa Catão)

Felicidade

Partilhando a vida alheia… Achei de muito bom tom a reflexão na qual me levou uma amiga minha. Copio e colo aqui pra crescimento interior dos que estão ao meu alcance:

Li assim:

Estou MUITO feliz! Meu coração não aguenta de tanta felicidade! Estou eufórica, ansiosa numa espectativa sem tamanho… Nunca me senti tão feliz comigo mesma…
Primeiro o pensamento, depois o sentimento, agora preciso executar o plano.
Grata a Força Maior. Muito grata!

Após vários comentários de incentivo e bom ânimo, alguém comenta se a felicidade dela não teria a ver com um certo convite pra dançar e tal, ao que ela responde:

Meu querido amigo. Minha felicidade não tem a ver com o tal convite pra dançar e nem está relacionada a alguma pessoa em especial, mas sim a mim mesma. Minha felicidade trata-se da mais autêntica felicidade, aquela sem nenhum motivo aparente. Tenho planos em mente e pretendo executá-los para minha satisfação pessoal e profissional. Posso dizer que encontrei uma direção…

É isso, então. Uma questão de estar feliz consigo mesmo. Simples assim!

Prioridades na Vida

Um professor diante da sua turma de filosofia, sem dizer uma palavra, pegou num frasco grande e vazio de maionese e começou a enchê-lo com bolas de golfe. A seguir perguntou aos estudantes se o frasco estava cheio. Todos estiveram de acordo em dizer que “sim”. O professor então pegou numa caixa de fósforos e vazou dentro do frasco de maionese. Os fósforos preencheram os espaços vazios entre as bolas de golfe. O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a responder que “sim”. Logo, o professor pegou uma caixa de areia e vazou dentro do frasco. Obviamente que a areia encheu todos os espaços vazios e o professor questionou novamente se o frasco estava cheio. Os alunos responderam-lhe com um “sim” retumbante. O professor em seguida adicionou duas chávenas de café ao conteúdo do frasco e preencheu todos os espaços vazios entre a areia. Os estudantes riram-se nesta ocasião. Quando os risos terminaram, o professor comentou: – Quero que percebam que este frasco é a vida. As bolas de golfe são as coisas importantes – a família, os filhos, a saúde, a alegria, os amigos, as coisas que vos apaixonam. São coisas que mesmo que perdêssemos tudo o resto, a nossa vida ainda estaria cheia. Os fósforos são outras coisas importantes, como o trabalho, a casa, o carro, etc. A areia é tudo o resto, as pequenas coisas. Se primeiro colocamos a areia no frasco, não haverá espaço para os fósforos, nem para as bolas de golfe. O mesmo ocorre com a vida. Se gastamos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teremos lugar para as coisas que realmente são importantes. Presta atenção às coisas que realmente importam. Estabelece as tuas prioridades…e o resto é só areia. Um dos estudantes levantou a mão e perguntou: – Então e o que representa o café? O professor sorriu e disse: – Ainda bem que perguntas! Isso e só para vos mostrar que, por mais ocupada que a vossa vida possa parecer, há sempre lugar para tomar um café com um amigo.”

O Amor é o Caminho

Abraço Amor Blog EuGordinha

“O amor é o que da sentido a vida.. Sem ele somos incapazes de resistir as diversidades impostas.. incapazes de suportar as falhas alheias.. Acredito que semeando e disseminando o amor é que teremos mais momentos de felicidades.. Amor é renuncia.. é entender.. enfim amor é amar sem preconceitos e sem limites.. rarara”

(Suely Regina)