Ler Devia Ser Proibido

Simplesmente amei…

A Moeda – Joyce Meyer Dica de Leitura

Hoje de tarde, entre uma prova e outra fui dar um passeio pelo centro do RJ. Gosto daqui, a cidade tem suas mazelas como qualquer pessoa tem, e tem suas partes muito boas. Estava procurando pelo bom preço de um certo produto quando, meu olhar foi parar dentro de uma pequena livraria em plena praça pública, perto do Real Gabinete Português de Leitura. Meu rosto sorriu quando vi uma fileira de livros da Joyce Meyer. Peguei um dos lançamentos e li atrás… Uhhhh, uma frase me fiscou a curiosidade e a reflexão:

“ …grandes decisões não costumam resultar em muita coisa, mas pequenas decisões às vezes transformam tudo.” (Joyce Meyer)

Me dei conta de que realmente são as pequenas coisas que fazem toda diferença na vida. Quantas vezes nos chateamos por coisas quais depois vamos ver que são coisas tão pequenas? E são coisas tão pequenas como uma mensagem de SMS, ou um bilhetinho na geladeira, ou um sorriso que fazem toda diferença? *-* [estou amando emoticons engraçadinhos].

Em dados momentos precisamos abrir os olhos para o que está dentro de nós. Procurar ver o que REALMENTE importa. Ver o tamanho das coisas que nos entristecem e nos alegram, as coisas grandes e pequenas.

Como Mudar o Mundo? [O Que Cabe na Realidade]

Copiei e colei de um blog, o Sustentabilidade Aiesec:

The Buddha statue at Mihintale.

The Buddha at Mihintale, Sri Lanka Imagem via Wikipedia

Sei que todo tipo de consideração prática torna este conselho difícil de ser seguido. Podem existir empréstimos a serem pagos, a necessidade de pedir a opinião de amigos e da família e também o desejo de elaborar um sério plano de trabalho. Não estou dizendo que não deva fazer essas coisas – só que não deve perder muito tempo com elas, ou perderá o momento.

O risco é maior porque muita gente vai tentar convencê-lo a desistir de seu sonho, argumentando que isto ou aquilo pode não dar certo. Poucos são capazes de torcer por você dizendo: “Pode contar comigo”. Quanto mais tempo você gasta olhando para o umbigo, mais tempo dá para que essas forças gravitacionais negativas o mantenham aprisionado.

Como exemplo, eu citaria nosso trabalho no Sri Lanka. Convoquei a junta de diretores para uma reunião de emergência ao telefone. Estávamos todos unidos no desejo de ajudar as vítimas do tsunami, mas ainda com medo de mergulhar em algo tão novo. Depois de argumentar a favor de iniciar as operações da Room to Read no Sri Lanka, houve um coro tentando me convencer de que não poderíamos fazer isso:

“Não temos nenhuma equipe lá”
“A Room to Read não está autorizada a trabalhar no Sri Lanka”
“Já estamos ocupados demais com os nosso cinco países”

E depois da argumentação de que “se quiséssemos tomar esta decisão, teríamos que fazer um estudo de três meses da situação para então decidir”, a cartada final de um dos voluntários fez com que eu aplaudisse silenciosamente: 
“Jenny, com todo o devido respeito, se em 1998 John tivesse decidido fazer um estudo de três meses da situação do Nepal, provavelmente jamais teria fundado a Room to Read. O estudo revelaria tantos e tão terríveis obstáculos que ele teria ficado pessimista e nenhuma das grandes realizações dos últimos seis anos teria acontecido. Acho que devemos ir em frente, conscientes, é claro, de que encontraremos obstáculos, mas confiando que nossa equipe saberá superá-los.”
Se você quer fazer alguma coisa pra transformar o mundo num lugar melhor, não se concentre nos obstáculos. Não peça autorização. Mergulhe de cabeça.
O texto que você leu foi escrito por John Wood, fundador do Room to Read e autor do livro Sai da Microsoft para mudar o mundo”. Aos 35 anos de idade, John decidiu abandonar sua carreira para trabalhar exclusivamente com o Room to Read, ajudando crianças ao redor do mundo. Mesmo com todas as dificuldades, ele insistiu nesse sonho e hoje John tem seu trabalho reconhecido. Pessoas como ele fazem a diferença, é só querer.
Pare de falar e tome uma atitude! O primeiro passo é sempre mais complicado, mas fica tudo mais fácil depois!
 Quer saber mais? acesse o link! http://www.roomtoread.org/

Fonte: Sai da Microsoft para Mudar o Mundo – John Wood