Concurso EuGordinha Te Veste

Você sente dificuldades para encontrar aquela roupa que lhe caiba bem no corpo, que lhe deixe linda e super a vontade consigo mesma? Infelizmente ainda acontece muito disso aqui no Brasil.

Para ajudar um pouquinho a resolver esse problema, criamos um concurso no qual vamos sortear dia 15 de janeiro de 2019, as 18hs um dos vestidos que estão nas fotos a seguir. Para concorrer é fácil.

Curta nossa fanpage EuGordinha:
https://www.facebook.com/EuGordinhaFanpage/

e Se inscreva no link
http://bit.ly/EuGordinhaTeVeste

Muito Boa Sorte!

Direito das imagens
http://bit.ly/2Sr3yeL
http://bit.ly/2rXEIHK
http://bit.ly/2LGwaOp
http://bit.ly/2BNFL1t
http://bit.ly/2EXOthK
http://bit.ly/2QXMRLo
http://bit.ly/2F090kG
http://bit.ly/2GLg5ID

Com Que Roupa Eu Vou? Como Se Vestir por Dentro

Qual Roupa Usar?

“Com que roupa eu vou, no samba que você me convidou?” Noel Rosa

Quem nunca sentiu uma certa dúvida sobre qual roupa usar numa determinada ocasião especial? É comum acontecer isso, ainda mais quando não nos definimos ainda sobre o que de fato gostamos ou não gostamos, o que de fato queremos ou não queremos comunicar. Pois vestir uma roupa não é apenas cobrir a nudez do corpo. Os que estudam a Moda sabem que conceitualmente, vestir-se é uma das formas mais contundentes de dizer ao mundo quem somos!  Vestir-se é um ato existencial! Uau, que profundo! Kkkkk

A origem desse post foi a imagem abaixo, que encontrei na Página do Facebook É Verdade Esse Bilhete. Veja que engraçadinho…

É verdade!!! kkkkkk
Acabei sendo levado a concluir que a nossa melhor roupa é o Estado de Espírito em que nos sentimos. Entenda estado de espírito como sendo a soma de tudo o que você sente, pensa e quer num determinado momento. A soma dos seus pensamentos, das suas emoções e das suas vontades, compõe o seu estado de espírito.
Muita gente nem percebe, mas independente da roupa que veste, a gente se veste de verdade é com o que sentimos e com o que pensamos. São essas coisas interiores e invisíveis que acabamos mostrando pra os outros mais do que tudo o que em nós está visível aos olhos. Não são as roupas em si, nas cores que forem, sejam lisas ou estampadas, não são os decotes em si, as golas, as franjas ou qualquer elemento artístico que nos faça ficar na moda. No final das contas, a forma como nos sentimos vai fazer a maior diferença.
É fato que, vestir-se bem vai fazer uma diferença incrível em nosso estado emocional. Mas é apenas um dos elementos. Se mesmo bem vestida a pessoa ainda se sente mal por dentro, é hora de começar a fazer um “bota fora” no armário mental e emocional, fazendo um “banho de loja”, trocando toda vestimenta interior, para que a alma então bem alinhada possa expressar todo o seu potencial.
Quer saber mais sobre o assunto? Deixe um comentário aqui no blog, mande um email, fale com a gente lá no facebook, mande sinal de fumaça, mensagem na garrafa, qualquer forma de comunicação é válida! kkkkkk
Forte abraço pras amiggas!

Coitado do Bumbum

Gente, não precisamos ser mui demasiadamente exagerados [Taty, se vier corrigir o meu estilo eu me justifico, menina!!]. Quem não é a favor do bom senso e do bom gosto? A maioria de nós é. Mas como sou a favor da diversidade, essa moça na foto ao lado (não sei quem é), pode ser considerada uma completa sem noção por muita gente, mas eu a considero uma CORAJOSA. Enquanto tantas meninas não gostam de seus corpos e sofrem até mesmo de depressão por causa disso, se isolando um pouco, a amiga ao lado meteu suas pernocas dentro de um shortinho e foi às compras. Cadê o bumbum dela? Puxa o shortinho fez sumir, amassou ou sei lá. Talvez ela ache isso lindo. Alguém pegou a foto e colocou como piada. Eu sei que uma porção de gente pode ter rido dela. Mas eu duvido que muitos dos que riram dela teriam a coragem que ela teve de se assumir. Ela assumiu o corpo que tem e acho que não está nem ai pra o que possam pensar dela. Talvez ela nem pense de si mesma como passando por uma situação que os outros acham ridículo. Quero ressaltar nesse post que podemos ter a CORAGEM de ser o que realmente somos, livres da opinião alheia.

Pêra ou Maçã?

Corpo de Maçã e Corpo de Pêra Blog EuGordinha

É frequente dividir-se os obesos em duas categorias:

  1. Os indivíduos com uma distribuição da massa gorda de tipo andróide, frequentemente chamada forma de “maçã”, indicando que a maioria da sua gordura corporal é intra-abdominal e distribuída à volta do estômago e do tórax;
  2. E indivíduos com um distribuição da massa gorda de tipo ginóide, frequentemente designada por forma de “pêra”, indicando que a maioria da sua gordura corporal se encontra distribuída pelas ancas, coxas e nádegas.

Os homens têm uma maior probabilidade de terem a forma de “maçãs” enquanto as mulheres de terem uma forma de “peras”.

A forma de distribuição da gordura corporal pelo corpo afecta a saúde das pessoas com excesso de peso. Nos corpos em forma de maçã, a gordura não se localiza apenas entre a pele e os músculos, mas também dentro da cavidade abdominal causando uma compressão interna nos órgãos. Desta forma, as pessoas com esta distribuição de gordura corporal correm maiores riscos de virem a sofrer de doenças cardiovasculares e diabetes.

A relação da obesidade com a pressão alta é tão elevada que, segundo alguns estudos, estima-se que 70% dos pacientes obesos hipertensos, deixam de sê-lo ao emagrecerem.

Por outro lado, as pessoas com corpos em forma de pêra, localizada abaixo do abdómen, costumam sofrer de complicações vasculares e ortopédicas como varizes, dores nas pernas e edema. No entanto, esta distribuição não oferece tantos riscos como a distribuição em forma de maçã.

Embora, por ser uma característica herdada, não podemos alterar a forma da distribuição da gordura pelo corpo, podemos reduzir os riscos controlando o peso do nosso corpo.

Fonte:Nutridoc