Obesidade Infantil

(imagem meramente ilustrativa)

(imagem meramente ilustrativa)

Uma criança Obesa?

Não é porque uma criança ganhou uns quilos a mais que ela se tornou obesa. Para chegar a essa afirmação, é necessário, antes de tudo, verificar se a relação entre peso e altura se enquadra nas características que configuram obesidade.

A Obesidade , além das conotações psicológicas envolvidas, desencadeia tantas outras doenças que é impossível levá-la a sério. DIABETES, HIPERTENSÃO, LESÕES ORTOPÉDICAS E MUSCULARES, DOENÇAS CARDIO-VASCULARES E PROBLEMAS DE PELE, ACANTOSES, MANCHAS E ESTRIAS podem ser algumas duas consequências. Por isso, atualmente é consenso: a obesidade deve ser prevenida desde cedo.

Via Andreia Xavier Nutricionista – CRN3 – 15601

Conselho de Nutricionista

Uma amiga lembrou de mim quando leu isso, e me mandou:

“Fui ao nutricionista e abri meu coração, disse que tô gorda e preciso emagrecer…
E o que ele me disse?
Você é o que vc come!
Fiquei pensando: vivo comendo pizza, lasanha, chocolate, sorvetes, etc…
Cheguei a conclusão: Eu sou gostosa!”