Esquinas

Esquinas - EuGordinha

Tenho andado no meio de muita gente viva, por isso, de repente, tanta morte se acomete e tira de perto de quem conheço quem se ama. A minha relação com a morte é serena, ela pra mim é uma pequena curva na esquina. Quem cruza a rua e vai ao outro lado da calçada e segue até o fim da rua e vira e vai embora, a gente não vê mais do mesmo jeito que via antes – assim é a morte pra mim.

O coração de quem fica, fica desajeitado dentro do peito, com o peso da dor e da saudade. A cabeça pesando, lembranças podem doer. Mas a morte pra mim é como uma entrega, a gente devolve o que nos foi dado. Pra quem fica é preciso seguir adiante. Lá na frente, não muito distante, mesmo que demore mil anos, há uma curva na esquina. Não existem esquinas retas na vida. A vida tem hora que nos deixa ver essa geografia dura e real, ai de quem se negar o direito da verdade por puro medo do desconhecido. Se a gente não pode com o mistério da vida, não precisa fugir dela só por isso. A gente já foge tanto da vida por medo dela em tantas outras coisas. Não precisamos fugir do inevitável. Toda rua dá uma quebra, faz curva em algum momento. Mas é tudo só passagem. Mais adiante é que a gente vê melhor a paisagem e ai aprende a lidar melhor com o começo e fim da vida. O que importa é o meio e o recheio que a gente põe na vida. Não foi a gente quem decidiu começar com a vida, não seremos nós os responsáveis em decidir seu fim. O que nos cabe é o meio, viver, fazer a nossa parte.

P.S.: Que o Consolo divino alcance os corações dos que conheço e de quem ouço falar, os que nos últimos dias tiveram suas despedidas.

Morte - EuGordinha

Leonardo Ladislau

Primeiro dia do Ano

Primeiro Dia EuGordinha Blog

Normalmente o dia já começa meio que cheio dos exageros da noite anterior. Sejam exageros gastronômicos, emocionais, físicos. Então é preciso por algumas coisas em ordem.

Sendo o primeiro dia do ano, quais seriam as resoluções tomadas nos últimos dias e que precisam de um pouco de disciplina pra serem aplicadas? Será que hoje vai ser o dia de colocarmos em prática? Ou vamos deixar pra amanhã, quando os nossos corpos estiverem mais aliviados?

To vendo que nesse ano que se inicia vou ter de por mais força na realização de algumas vontades. A cada dia que passa percebo que a vida acontece quando a gente se permite acontecer. Tenho visto muitas pessoas esperando que as suas vidas aconteçam como acontecem os dias de chuva, os dias de sol. Convenhamos que as pessoas que realizaram grandes coisas não ficaram esperando que elas acontecessem. E quando eu digo grandes coisas, pode ter sido simplesmente criar um filho (as mamães leitoras que me perdoem pois eu sei que não é nada fácil cuidar dos pequenos). A questão de hoje, pelo menos pra mim é a seguinte:

Faça acontecer pois senão pode nunca acontecer coisa alguma.

Com um pouco de cuidado e ousadia eu creio que tudo vai dar certo. Feliz começo de mês, começo de ano, começo de nova vida pra quem assim quiser.

Pássaro de Fogo

“Pássaro de Fogo”
Paula Fernandes

Vai se entregar pra mim
Como a primeira vez
Vai delirar de amor
Sentir o meu calor
Vai me pertencer

Sou pássaro de fogo
Que canta ao teu ouvido
Vou ganhar esse jogo,
Te amando feito um louco
Quero teu amor bandido

Minha alma viajante, coração independente
Por você corre perigo
To afim dos teus segredos
De tirar o teu sossego
Ser bem mais que um amigo

Não diga que não
Não negue a você
Um novo amor
Uma nova paixão

Diz pra mim…

Tão longe do chão
Serei os teus pés
Nas asas do sonho rumo ao teu coração
Permita sentir
Se entrega pra mim
Cavalgue em meu corpo,minha eterna paixão…

Ohohohohohoooooo

Vai se entregar pra mim
Como a primeira vez
Vai delirar de amor
Sentir o meu calor
Vai me pertencer

Sou pássaro de fogo
Que canta ao teu ouvido
Vou ganhar esse jogo,
Te amando feito um louco
Quero teu amor bandido

Minha alma viajante, coração independente
Por você corre perigo
To afim dos teus segredos
De tirar o teu sossego
Ser bem mais que um amigo

Não diga que não
Não negue a você
Um novo amor
Uma nova paixão

Diz pra mim…

Tão longe do chão
Serei os teus pés
Nas asas do sonho rumo ao teu coração
Permita sentir
Se entrega pra mim
Cavalgue em meu corpo, minha eterna paixão…

Tão longe do chão
Serei os teus pés
Nas asas do sonho rumo ao teu coração
Permita sentir
Se entrega pra mim
Cavalgue em meu corpo, minha eterna paixão…

paula-fernandes BlogEuGordinha