Primeiro dia do Ano

Primeiro Dia EuGordinha Blog

Normalmente o dia já começa meio que cheio dos exageros da noite anterior. Sejam exageros gastronômicos, emocionais, físicos. Então é preciso por algumas coisas em ordem.

Sendo o primeiro dia do ano, quais seriam as resoluções tomadas nos últimos dias e que precisam de um pouco de disciplina pra serem aplicadas? Será que hoje vai ser o dia de colocarmos em prática? Ou vamos deixar pra amanhã, quando os nossos corpos estiverem mais aliviados?

To vendo que nesse ano que se inicia vou ter de por mais força na realização de algumas vontades. A cada dia que passa percebo que a vida acontece quando a gente se permite acontecer. Tenho visto muitas pessoas esperando que as suas vidas aconteçam como acontecem os dias de chuva, os dias de sol. Convenhamos que as pessoas que realizaram grandes coisas não ficaram esperando que elas acontecessem. E quando eu digo grandes coisas, pode ter sido simplesmente criar um filho (as mamães leitoras que me perdoem pois eu sei que não é nada fácil cuidar dos pequenos). A questão de hoje, pelo menos pra mim é a seguinte:

Faça acontecer pois senão pode nunca acontecer coisa alguma.

Com um pouco de cuidado e ousadia eu creio que tudo vai dar certo. Feliz começo de mês, começo de ano, começo de nova vida pra quem assim quiser.

Coração Ninja

Quem dera todas as mães tivessem coração ninja e não se deixassem vencer pelo que o peso do preconceito força na vida das pessoas. Seja por motivo de peso, opção sexual, cor de pele, SITUAÇÃO financeira. Recentemente assisti um filme (pela metade, falta terminar) do qual em breve falarei por aqui, no qual a lição mais importante é AME, porque o amor é o que realmente vale a pena na vida.

sapatos de ninja EuGordinha blogVale a leitura e a reflexão:

“Ontem minha mãe postou uma foto no Facebook do meu irmão Sam, de 5 anos, usando um par de sapatos que ele escolheu para usar no seu primeiro dia de aula na escola.

Ela tentou explicar para ele na loja que os sapatos foram feitos para garotas. Sam respondeu que não se importava e que “ninjas podem usar sapatos rosa também”.

Sam foi para a escola e recebeu diversos elogios sobre os seus sapatos novos. Nenhuma criança disse algo de negativo sobre eles.

No entanto, minha mãe recebeu cerca de 20 comentários sobre a foto de vários membros da família dizendo o quão “errado” é isso e como “coisas como essa irão afetá-lo socialmente”. Minha tia-avó foi ainda mais eloquente dizendo que “essa merda vai transformá-lo em um gay.”

Minha mãe apagou a foto da internet e disse ao Sam que ele pode vestir o que ele quiser para ir à escola, que essa é uma decisão só dele. Se ele quiser usar sapatos cor de rosa, ele pode usar sapatos cor de rosa.

Sam, então, explicou-lhe que ele não gostava dos sapatos por eles serem cor de rosa, mas porque eles foram “feitos de zebras” e zebra é o seu animal favorito.

O que dizer de uma sociedade quando um grupo de adultos deveria ter aulas sobre humanidade com uma turma de crianças?”

Via InteligenteVida