Dicas Pra Quem Ama o Alguém de Outro Alguém

Achei essa lista no Facebook e achei útil de compartilhar porque nos dá oportunidade de avaliar algumas coisas. Principalmente pra quem está ” enrolada ” num relacionamento com algum homem/mulher comprometido/comprometida.

Te dou 10 motivos :

1 – Almoço executivo — Vou ter q me acostumar a ir ao motel durante o dia, de preferência na hora do almoço, porque sair à noite é muito arriscado.

2 – Solteiraaaa no final de semana — Sim, porque ele não pode dar bandeira e deixar de curtir a família aos sábados e domingos para ficar com você.

3 – Esqueça as datas comemorativas — Dia dos namorados? Só se for um encontrinho rápido durante a tarde. Natal, Páscoa, Reveillón? Esqueça mesmo! Ele não comemorará ao seu lado.

4 – Telefonemas agendados — Você não pode ligar para o seu caso a qualquer hora. E, se ligar em hora errada, vai ouvir, após o primeiro toque (quando ele vir seu nome no visor) o delicioso “tu tu tu tu tu tututuu. Esta ligação está sendo encaminhada para a caixa de mensagens e estará sujeita à cobrança após o sinal”.

5 – Não dê presentes — Seu caso não terá onde guardá-los (leia-se: esconder do cônjuge) e poderá até jogá-los no lixo.

6 – Compromissos desmarcados — Pode apostar que vocês vão combinar muitas coisas e muitos imprevistos (por parte do seu caso) surgirão para acabar com seus planos.

7 – Não sonhe com viagens a dois — Pelo mesmo motivo que você ficará solteira aos finais de semana, viajar com você será mais difícil ainda!

8 – Atrasos — Da mesma maneira que compromissos são desmarcados, seu caso chegará atrasado em muitos encontros porque “não conseguiu sair antes”.

9 – Esqueça os lugares “muito” públicos — É óbvio que seu caso não sairá com você em locais onde ele corre o risco de encontrar conhecidos — e como o mundo é pequeno, já viu, né?

10 – Apresentação — Se, por acaso, algum amigo do seu caso cruzá-los por aí e (se ele não te esconder embaixo da mesa ou algo parecido) ele não lhe apresentará como namorada (o). Claro! Você será uma amiga (o), colega de trabalho, etc.

Parceiros ou Rivais?

Nos relacionamentos que você já teve até hoje em dia qual a sensação que ficou enquanto as coisas estavam/estão rolando? Será que você já se sentiu lesado de algum modo, como se estivessem lhe passando a perna, mas em prol de uma boa intenção? Às vezes acontece isso, sabiam? Um dos dois envolvidos no relacionamento amoroso acha que pode exercer um poder sobre o outro e começa a dominar a situação sem perguntar ao outro se era essa a vontade dele… tem gente que gosta, mas a maioria preza sua liberdade e gostaria de pelo menos ser consultado sobre uma possível “conquista”. Há quem pense que conquistar o outro significa tomar posse do mesmo. Eu já disse por aqui que as pessoas não sã nossa PROPRIEDADE. Sei que o medo que temos de ficar sós nos impulsiona a querer prender as pessoas dentro de nossas vontades. Às vezes fazemos coisas as quais futuramente vamos querer que o outro nos recompense por aquilo, fazemos algo com intenção oculta de futuramente cobrar do outro uma certa atitude. Isso ao invés de cooperar pra o crescimento do amor e seu consequente amadurecimento, só o faz frustrar-se e morrer aos poucos. O amor de verdade não admite ser alimentado pelo medo, porque o medo aprisiona e o amor se alimenta de liberdade. Reflitam e melhores seus estilos de vida. Beijos a todos.

Amor vincit omnia - o amor vence tudo

À Favor do Conteúdo

Ovos - Conteúdo - EuGordinhaQuem já teve a surpresa de pegar um ovo e perceber antes mesmo de abri-lo que o mesmo está vazio? Qual a utilidade de um ovo vazio? No máximo, sua utilidade será meramente decorativa. A essência do ovo é a clara e a gema, sem desprezar a casca, é claro.

Eu comecei pelo ovo para adentrar no conteúdo humano. Tenho uma irmã que reclama com freqüência, e com razão, de que os homens ultimamente estão SEM CONTEÚDO. Imaginei ovos vazios andando por ai. Não que os homens todos estejam TODOS vazios. Seria burrice minha dizer isso. Até porque, os ovos vazios podem ter ar dentro deles. Agora, que tem acontecido com freqüência assombrosa de eu ouvir a mesma coisa, sim, isso tem acontecido:” O carinha vem sempre com os mesmos assuntos, as mesmas perguntas dos outros carinhas!!!” Ouça as meninas reclamando. Parece que está havendo um esvaziamento mental dos sujeitos homens. Isso tem irritado muitas meninas que se dão ao valor de não sair ficando com qualquer um… Não estou chamando os homens vazios de “quaisquer uns” – estou dizendo que eles estão se colocando nessa situação. Já me disseram que também tem muitas meninas vazias por ai e por causa disso os homens não tem tido estímulo de se encher de algum conteúdo. Mas, calma ai, parece epidemia. Se fosse apenas na Balada, nas famigeradas salas-de-bate-papo, nos bares da vida… locais assim mais corriqueiros, onde se tem mais chances de você encontrar com um cara que está só afim de curtição mesmo… mas não, está acontecendo em lugares onde a gente tem um pouco mais de tempo extra pra desenvolver um relacionamento: faculdade, clube, aquele amigo do seu irmão que passa algumas horas na sua casa pra resolver alguma coisa e tal… aquele amigo do seu primo que veio com ele na cidade fazer não sei o quê, e olho pra você e você pensou que ele ia vir com alguma surpressa. Depois do primeiro olhar, do arrepio na espinha, uma troca de palavras e… poucas idéias interessantes. Eu acho que não estou falando apenas com as meninas ditas “intelectuais”, né mesmo? Estou falando com meninas comuns, que gostam de conversar de tudo um pouco, sobre assuntos diversos, e que não estejam interessadas em apenas ter por perto um carinha que após a quinta perguntinha básica, já queira saber se estou disponível pra um beijinho… isso é muito baixo. Cadê a sedução, a conquista, o investimento de tempo e inteligência? Os carinhas por ai estão precisando aprender muitas coisas… será que vamos ter de ficar esperando que eles envelheçam pra amadurecer um pouco? Se bem que tem alguns homens que também envelheceram e não amadureceram nada. Ai ai,  sessão desabafo por aqui… que alguém nos ouça e de algum modo contribua pra mudança de situação.