Das Maravilhas do Corpo

imagem meramente ilustrativa

imagem meramente ilustrativa

Ganhei esse texto de presente e resolvi compartilhar. É atribuído a Maitê Proença, a atriz. Como não achei o título, resolvi eu mesmo inventar um…

Das Maravilhas do Corpo

por Maitê Proença

Quando sombras obscurecem perspectivas e que o corpo se retrai vencido, eu digo: não deixo! Postura corporal é coisa séria, e a má postura vicia. É bom prestar atenção, porque uma curva para dentro, um pescoço tombado, a cabeça que olha pro chão, tudo isso vai deprimindo a gente.

Ok, você ficou assim porque as dificuldades pesaram sobre o corpo. Mas se quiser ter ânimo para cuidar das dificuldades, sugiro que comece por abrir o plexo solar (aquela espécie de moleira que existe entre os seios); o peito precisa ‘olhar’ para o sol, pro céu, o pescoço tem que estar comprido, a coluna ereta. E respire, respire fundo. Interrompa o batidão e perceba-se. Tire 30 segundos, um minuto. É impossível se sentir mal durante uma respiração profunda, ela leva embora os dramas do dia-a-dia. Experimente várias vezes e evite que o pesos se sedimentem.

Outra coisa, mais doida um pouco, e que funciona lindamente é rir. O mestre indiano Osho ensinava a meditação do riso. É difícil, no começo, rir sem motivo por cinco minutos a cada manhã, mas a eficiência é notória, e com o tempo, pega-se o jeito. Um minuto disso, a qualquer hora, já produz transformações. A prática segue o mesmo princípio do cuidado postural: que normalmente seria uma reação, passa a ser o agente, o motivo, a ação. Você abre o peito, se estica, espreguiça, inspira fundo, e… fica contente. Você ri quando quer chorar, e… o que antes transtornava vira um tropeço do caminho.

Tente. É fácil!

Do Senso de Humor e do RISO

Se tem algo que eu gosto de fazer é rir. Às vezes dá mesmo pra rir de uns problemas que acontecem. É claro, quando eu lembro que já passei por outros e consegui resolvê-los. Já li até mesmo na Bíblia que Deus ri. Se nós que somos meros mortais conseguimos essa proeza, quanto mais Ele que é um ser eterno. Acho que Deus deve dar muitas risadas de uma porção de coisas que fazemos por aqui… Mas longe de querer imaginar o que Deus sente, achei interessante um artigo falando que os animais também têm senso de humor.

PsicoBiologia – ciência interessante

MACACOS RINDO EuGordinha Blog

O ato de sorrir surgiu num ancestral comum a homens e macacos

Rir não é uma característica unicamente humana. Pesquisadores que se dedicaram a fazer cócegas em 25 jovens primatas – entre eles três bebês humanos – e a gravar o som produzido por todos eles comprovaram que dar risadas é um traço comum a todos os grandes primatas. Isso significa que o gesto surgiu de 10 milhões a 16 milhões de anos atrás, num ancestral comum. A descoberta abre novos caminhos para o estudo da empatia e sua importância entre animais que vivem em grupo.

Há muito tempo, os especialistas que trabalham com macacos já apontavam que muitos dos comportamentos sociais humanos teriam como base sua linhagem primata. Por outro lado, alguns especialistas argumentam que o sorriso humano poderia ter uma origem diversa da de outros primatas porque seu som é diferente.

Mas as novas experiências – as primeiras a estudarem todos os grandes macacos e o homem – revelaram um padrão sonoro comum, compartilhado por todos eles, como aponta Marina Davila Ross, primatologista da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido. O grupo obteve 800 registros acústicos e conseguiu analisar cientificamente suas similaridades e diferenças

Via Psicobio-uel.blogspot.com.br

 

Rir é o Melhor Remédio

Porco Sorrindo EuGordinha

Ria mesmo quando for difícil sorrir

Eu já sabia que rir é muito BOM faz tempo, desde que eu era criancinha. Mas houve um tempo que eu aprendi que teria de rir de propósito. Pra quê ficar chorando quando as coisas não deram certo? Podem dar certo depois… se eu fizer de outro modo, mudar a estratégia. Dizem sobre isso: “Se você continua fazendo a mesma coisa, como quer ter resultados diferentes?” Portanto, inove. Experimente ver a situação de aparente perda, ou fracasso como oportunidade de aprendizagem… até porque tem certas coisas ruins que nos acontecem pra que aprendamos a superar os obstáculos da vida. Se não aprendermos agora, vai ter de ser depois, ou depois, ou depois rsrsrs não tem pra onde fugir. Essa é uma realidade que tenho visto na minha e nas outras vidas ao redor.

Outro dia estava me perguntando porque que é quase automático soltar o riso quando vemos alguém caindo no chão. Pensei que talvez, uma hipótese, o nosso cérebro tenha aprendido que você rir de uma situação de dor (mas que não foi tão drástica assim), acaba mudando o clima de dor pra quem caiu no chão. Como quando o bebê está dando seus primeiros passos e tropeça e cai de bumbum no chão. Quando vai ameaçar o choro a gente o levanta e faz festinha, ai ele entende que a queda faz parte da aprendizagem e que ele pode nos acompanhar no riso, que afinal não morreu, que pode continuar com a vida e tal.

Portanto, rir é sempre o melhor remédio!

P.S.: Há quem faça do riso uma fuga da realidade.Há quem se refugie no riso pra evitar a dor. Dizem que na essência do palhaço há muita tragédia. Rir da dor alheia é bom apenas quando vemos que o outro não se feriu gravemente. Humor negro não é tão saudável, porque pode ofender profundamente aquele que sofre tal piada. Sarcasmo no senso de humor também não é muito saudável, não. Mas tem quem goste disso.