Burrice

Burrice - EuGordinhaO sentimento da gente é burro. Se a gente sofre quando ama, porque insiste em amar? A gente sofre por amores não correspondidos, por amores correspondidos intensificados em ciúmes, em saudades, em tesões que parecem não ter fim. O tal do amor tem todos esses efeitos colaterais dos quais somos vitimas, ou nos deixamos ser, e ainda assim… queremos amar. Resumindo, o sentimento da gente é burro.

Mas o sentimento da gente não precisa ser inteligente, né mesmo? O pensamento precisa saber das coisas. Ao sentimento cabe é o treinamento, ser adestrado como um cavalo bravo. Mas quem há que adestre o coração? A gente precisa de mais do que adestradores. Precisamos de gente que tenha a mesma burrice sentimental e embarque com a gente nessa viagem doida de confiança, cumplicidade, comprometimento, carinho, liberdade… a gente precisa de verdade, e que a verdade seja vivida mais do que dita e ouvida. Que a verdade seja mais do que a música e a vontade de dançar, que seja a vida movendo o corpo e a alma que ama. Se houver isso, todo sentimento burro não passará de uma mera justificativa pra gente simplesmente ser feliz.

Leonardo Ladislau

Amor Burro - EuGordinha