O Que é A Beleza?

O que é a Beleza - EuGordinha

“Beleza não põe mesa.” Diz o ditado popular sabiamente.  Beleza não põe mesa, não conversa em dias de solidão, não faz amor gostoso dizendo bom dia… Ei! Dizer BOM DIA pode sim, ser uma das variadas formas de se fazer amor. #FicaDica.

O fato é, que a beleza não pode ser definida em apenas de uma forma, ela é muitiforme, variada, múltipla e quaisquer outras palavras que signifiquem quantidade. É engraçado mas amanheci com uma resolução pronta em relação a alguns fatos da vida. A saber: Não apoio mais concursos de beleza! Simplesmente porque o que eu considero belo pode não ser para grande maioria que se deixa cegar pelo que meia dúzia de gatos pingados interesseiros dizem que é belo ai pela mídia afora e ainda tentam nos enfiar goela abaixo.

Lembro de quando eu era adolescente e me apaixonei por uma menina “linda” aos meus olhos. Ela era grande e formosa, bem gorda mesmo e tinhas os cabelos assim, o sorriso assado e etc e tal. Os meus amigos de então faziam a lista das meninas mais bonitas e ela estava nos últimos lugares… levando em consideração que não havia outra classificação além de LINDA – NORMAL e FEIA, as últimas classificadas na lista daqueles meninos de outrora eram as feias… sendo assim… Como podia aquela menina linda aos meus olhos ser considerada FEIA? Eu estava errado no meu modo de ver as coisas? Não! Eles estavam errados. E muitos meninos ainda continuam errados e algumas mulheres também e outros homens igualmente.

Na boa, cansei de ficar medindo beleza pelas proporções do quadril ou busto ou formato dos olhos, nariz e boca, cor e comprimento dos cabelos. Pouco deveria importar o tamanho da bunda, ou seios, ou barriga, coxas e etc. O corpo pode nascer de um jeito mas ao longo dos anos muda e pode mudar muito. BASTA! Não apoio mais essas concursos de beleza plus size ou qualquer outro concurso de beleza do gênero.

A beleza é algo que cabe aos olhos de quem vê. Se eu acho que uma barriga caída é sexy, essa é uma verdade minha e ninguém tem a ver com isso. Goste quem goste, desgoste idem – não preciso me importar com a opinião dos outros quando o único beneficiado ou prejudicado pode ser apenas eu!

Meninas acordem para o fato de que o corpo de vocês não precisa ser CLASSIFICADO como feio ou bonito. Se ele funciona bem, e está com saúde, trate das questões de higiene, que é fundamental, e quando à beleza que eles possam ter… Experimentem amar tal qual foram feitas. Costumo dizer que Deus não erra quando nos faz. Dizer que um corpo é feio e outro é bonito é limitar a perfeição de Deus – isso pra quem crê nEle. Cada qual enxerga a beleza que quer onde o olhar se deleita.

#TenhoDito

Leonardo Ladislau

bbw feliz - EuGordinha

Cuidado com as Palavras – Versão Plus Size

[Clique nas imagens kkkkk]

Pai:
– Você cortou o cabelo da sua amiga por que ela te chamou de gorda?!
Filha:
– A guria me chaa de gorda, e você tá preocupado com o cabelo dela?
Pai:
– É que você tá… Meio gordinha mesmo
Filha:
– Tem certeza?

Gorda

Recebi num email um depoimento interessante. A menina me pediu anonimato, mas ainda assim eu acho que essa vivência acontece com muitas… já ouvi histórias. Só quero comenta a parte na qual ela diz que estava falando mal de si mesma… Puxa, a gente pode acabar tomando uma palavra simples e colocando um peso de preconceito sobre ela… Segue o texto d leitora:

Certo dia estava conversando na internet, quando me perguntaram como eu era. 
Então o que será que respondi? Comecei a escrever:  Gordin… Então de repente parei e pensei:
Ué! por que estou escrevendo que sou GORDINHA, se eu não fosse gorda eu diria que era MAGRA e não MAGRINHA.

Quando dei por mim já estava dando Enter com a palavra GORDA aparecendo na tela. De primeiro, tive uma sensação estranha de estar falando mal de mim mesma, mas depois me senti tão livre que agora sempre que me perguntam como sou, digo: sou GORDA e já não me sinto mal por dizer isso, me sinto tão livre como nunca antes senti. Essa liberdade que sinto agora faz eu me sentir e me ver mais bonita. Olho para o meu corpo e digo como é lindo, com roupa ou sem roupa, me sinto desejável, me sinto poderosa.

Diante disso tudo me pergunto: por que vivi tanto tempo debaixo de uma ditadura que me oprimia? O que Quero agora é ser livre como eu sou, viver como eu sou, deixar morto de desejos quem me ama. Não importa se não sou desejada pelos homens em cada esquina, o importante mesmo é me fazer desejável para mim mesma e para o homem que me interessa, o homem a quem amo, isso sim vale a pena.