Dor

De novo Suicício na UFPE

11 de setembro - Thomas Hoepker

Enquanto algumas Vidas acontecem, alguns nem percebem...

Fiquei sabendo hoje de madrugada, com um certo atraso, é verdade, mas com idêntico  assombro de um novo suicídio na UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), ocorrido no dia 28 de setembro de tarde. Foi por isso que voltaram a pesquisar sobre o incidente aqui pelo blog. Eu já tinha escrito sobre isso no dia 30 e agosto, mas continua acontecendo. Como evitar? Colocação de grades? Destaque de um posto avançado de psicologia para consulta aos possíveis desistentes – porque suicídio é desistir da vida. Um detector de angústia – Como gostaria de ter o Dr. Ligthman, psicólogo especialista em detecção da verdade. Qual tipo de verdade essas pessoas tem guardado dentro de si que as tem levado ao salto? Já ouvi falar que todo ser humano em algum momento da vida vai pensar em suicídio. Mas esse é um movimento anti-natural de qualquer ser vivo. Mesmo que morramos um dia, que o nosso corpo vá se remodelando com o passar do tempo, tudo em nós nos leva à vida. Quando nossa mente e coração não conseguem ver isso, perceber, então o suicídio passa a ser opção em meio a imensa dor que surge dentro do peito. Quem já sofreu demais sabe do que estou falando… mas é sempre possível dar a volta por cima e conquistar a vitória de estar vivo e ciente disso, ciente de que apesar de algumas dores, existem alegrias tremendamente mais dolorosas em suas intensidades, que nos compensam em muito todo sofrimento pelo qual passarmos. Só que já conquistou uma vitória suada, em meio às guerras, sabe do prazer que é. Mas precisamos não desistir e seguir adiante pra viver isso na prática.

Se realmente nos importamos com a vida precisamos tomar alguma atitude. Primeiro por nós, para depois ajudarmos os outros. Espero sinceramente que alguém lá perto da UFPE tome alguma atitude em relação a esses suicídio.Tem sido um desperdício de vida isso tudo, não precisam fazer isso.

P.S.: A fotografia que usei nessa postagem é do fotógrafo alemão Thomas Hoepker, tirada no dia 11 de setembro de 2001, em Nova Iorque.

Altos & Baixos

Sobe e Desce Montanha Russa Blog EuGordinha

Sobe e Desce

A vida da gente nem sempre é totalmente clean – limpinha, sem sombras de dúvidas, totalmente certinha, tudo OK. De vez em quando pode nos sobrevir uma tristeza estranha, uma vontade de ficar só com a gente mesmo… mas uma vontade de estar até mesmo fora de si, longe dos outros. Há de se ter cuidado com isso… Onde está nossa alegria? Parece que de vez em quando ela parece que vai ali e já volta. Mas às vezes parece que demora tempo demais.

Na vida há tempo pra todas as coisas… tempo de alegria e tristeza também.

Sobreviverei…

P.S.: Estou pondo em ordem algumas coisas da vida

CVV – Centro de Valorização à Vida

CVV Centro de Valorização da Vida - Blog EuGordinha

Como Vai Você?

Muitas vezes acontecem situações na vida tão desesperadoras (cada pessoa tem seu limite de suportar o sofrimento e a dor), que a mente perde a capacidade normal de raciocinar e a gente acaba não pensando direito sobre a vida e como fazer pra resolver alguns problemas. Algumas pessoas pensam em suicídio…

Hoje de noite sofri um leve abalo interior por causa de uma notícia: Um estudante se jogou do prédio no Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Ele era de Caruaru, estudava na FAVIP e tinha 29 anos. Aconteceu no dia 29 de Agosto de 2011. Mas pela breve pesquisa que fiz, já é o segundo caso nesse ano. Há tantos corações tremendamente doloridos por ai e nem temos nos dado conta disso…

Hoje eu coloquei um link aqui no blog pra o CVV – Centro de Valorização da Vida. Eles tem um trabalho 100% voluntário no qual conversam com as pessoas, oferecendo a devida atenção que em alguns momentos pode ser decisivo entre a nossa vida ou morte.

Como é o atendimento

O trabalho consiste no diálogo compreensivo e na doação incondicional do calor humano. O Voluntário trabalha no sentido de compreender a pessoa que procura o CVV, dessa forma, valorizando sua vida. O atendimento é feito por telefone, pessoalmente, por correspondência, chat ou e-mail. A pessoa que procura o CVV tem o sigilo assegurado, a total privacidade e anonimato. O atendimento ocorre em clima de profundo respeito e confiança. Basta que a pessoa ligue para o telefone 141, ou acesse o site www.CVV.org.br para falar com o Posto CVV de sua região.